Foi na Vila Mariana, e não na Pompeia ou na Barra Funda, que o Palmeiras começou a jogar futebol. A Rua Major Maragliano, número 54, onde hoje fica um hospital psiquiátrico, abrigou o primeiro campo do antigo Palestra Itália, que ficou no bairro da zona sul por cerca de dois anos.

Leia mais: Trivela e Impedimento lançam guia para quem tem futebol na veia

O Palestra mandou seus primeiros jogos, a partir de 1915, na Major Maragliano. Passou por outros bairros, das regiões sul e leste da cidade, antes de comprar o terreno do Parque Antártica, com a ajuda da Companhia Matarazzo, em 1920.

Desde 1998, o local abriga o Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental, que foi construído para substituir o Hospital Psiquiátrico da Vila Mariana, em parceria entre a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e a Secretaria Estadual de Saúde.

Outro estádio histórico da cidade de São Paulo que não existe mais é o Velódromo, casa do Americano, do Paulistano e do Scottish Wandererers, o primeiro palco de futebol do Brasil. Ficava na rua Nestor Pestana, no centro da cidade, e hoje é o Teatro de Cultura Artística.

Outros pontos turísticos futebolísticos da capital paulista estão no Guia Futebol na Veia, que a Trivela lançou em parceria com o Impedimento, para ajudar o verdadeiro apaixonado por futebol a aproveitar o máximo possível da Copa do Mundo.