Na noite em que a Seleção do Equador chegou em Viamão, a vendedora de churrasquinhos Daiane Teles não precisou ficar até o final da festa. Antes que o prefeito Valdir Bonatto entregasse a chave da cidade a Antonio Valencia, diante de dez mil viamonenses que lotaram a praça central da cidade, Daiane já havia vendido os 350 espetinhos preparados para a ocasião. Às oito e meia da noite daquele 9 de junho histórico, estava em casa.

Confira o texto completo no Impedimento