Por mais que embelezem o céu e ditem o ritmo das festas de fim de ano, fogos de artifício podem ser extramente perigosos. E um exemplo disso surge no mundo do futebol. Durante as comemorações do Natal, o argentino Lucas Viatri acabou sendo atingido por duas explosões de um foguete. O quadro do atacante do Peñarol já é estável, com queimaduras de primeiro grau no rosto. Segundo informações do Olé, os médicos descartaram danos mais profundos em seu olho direito, também afetado pelo acidente.

Campeão uruguaio com o Peñarol no último mês, Viatri aproveitava as férias em Buenos Aires. O atendimento emergencial do jogador de 30 anos acabou sendo realizado pelos médicos do Boca Juniors, clube no qual iniciou a carreira e se projetou ao futebol. Já os carboneros preferiram manter a cautela sobre a recuperação, apontando que não há uma data estipulada ao seu retorno. O elenco volta aos treinamentos no próximo dia 4, preparando-se à Supercopa do Uruguai, que acontece em 26 de janeiro – e com o clássico contra o Nacional valendo  a taça.

Conforme o Olé, os médicos argentinos orientaram que Viatri passe as próximas semanas em Buenos Aires, antes de retornar a Montevidéu. Já o jornal Ovación discute a contratação de um novo homem de frente pensando na Copa Libertadores, diante das dúvidas sobre o argentino. O centroavante foi nome importante na conquista do Clausura, titular na reta final da campanha. Fato é que, mesmo sem sofrer lesões tão profundas, os danos causados pelo acidente são bastante visíveis.