Marcelo Tinelli é um empresário e apresentador de TV importante da Argentina. Ele ganhou (aliás, ainda ganha) bastante dinheiro na vida, e resolveu usar parte disso para ajudar o San Lorenzo, clube de seu coração, a sair do buraco financeiro. O empresário já ajudou a contratar jogador e a saldar dívidas. Em 2013, entrou como vice na chapa vitoriosa de Matías Lammens à presidência do clube.

Nesta semana, ele resolveu falar no Twitter da expectativa de ver sua equipe voltar a campo. Claro, já pensando na preparação para as semifinais da Libertadores na próxima semana. Ele aproveitou para criticar em público Carlos Valdés, zagueiro que não se reapresentou ao clube depois de defender a Colômbia na Copa do Mundo.

“”Adorei estar nos treino do San Lorenzo hoje. O elenco está muito comprometido para o que vem pela frente. Quanto a Valdés, sem palavras. O San Lorenzo é um compromisso de TODOS. Porque TODOS fazemos um grande esforço. Assim, não se entende porque continue de férias.”

“Parece que não está bem informado… No momento continuo esperando meu salário dos últimos cinco meses.”

“Estou perfeitamente informado. Seu salário quem pegava era a MLS [Valdés tem vínculo com o Philadelphia Union e está emprestado ao San Lorenzo] por meio dos repasses que fazemos. O San Lorenzo está perfeitamente em dia com a MLS como nos disse seu empresário. Por isso, é ilógico que você não esteja treinando aqui com seus companheiros. Te respeito, mas dessa vez está errado. Quando puder, siga conversando em particular com o diretor do clube, Bernardo Romeo. Saudações.”

De fato, o empresário de Valdés, Ricardo Pachón, havia afirmado nesta quarta que o San Lorenzo está em dia com a MLS. Mas como Tinelli vai pedir para o jogador tratar do assunto em particular se ele próprio usou o Twitter para expor o colombiano ao público?