A despedida marca um rompimento que poucos desejam experimentar, por mais necessário que seja. No futebol, ainda mais, representa o fim de um ciclo. E é mais difícil se afastar do amor, da camisa que honrou por anos, do sonho de menino. Andrés Iniesta e Fernando Torres compartilharam sentimentos parecidos neste final de semana, mesmo que distantes. No Metropolitano, El Niño encheu seu peito, ao lado dos seus, para oferecer as últimas palavras emocionadas. Já no Camp Nou, Don Andrés até aproveitou sua festa, mas se completou mesmo quando pôde desfrutar daquela imensidão vazia, só sua, como foi por tantos anos. Igualmente, derramaram lágrimas. Percepções distintas para o mesmo apego.

O programa El Día Después, que traz uma visão diferente a cada rodada do Campeonato Espanhol, produziu vídeos especiais sobre as duas despedidas. Valem por cada detalhe e pela leitura humanizada que fazem sobre os dois grandes ídolos. Imagens que vão além da transmissão da televisão e escancaram as emoções das lendas.