O Villarreal viveu uma semana de sucessos. Após bater o Benfica na quarta por 1 a 0, pela Liga dos Campeões, o time derrotou o Valencia pelo mesmo placar hoje, em partida válida pela 10ª rodada do campeonato espanhol. O resultado alçou temporariamente o Submarino Amarelo ao terceiro lugar da tabela.

Mesmo sem Forlám, machucado, o Villarreal mostrou-se superior. Aos 23, Lucho Figueroa marcou o gol da vitória, ao bater de esquerda sem chances para Cañizares. O Valencia esteve apático, sobretudo pela fraca atuação de Aimar. José Mari saiu aos 35, contundido, mas o time da casa seguiu com seu domínio.

Na segunda etapa, o Valencia acordou. No entanto, parou nas mãos do goleiro Barbosa, que evitou o empate nas finalizações de Villa e Miguel. O cansaço tomou conta do Villarreal, mas os visitantes não souberam explorar a queda de rendimento físico do adversário. Mista perdeu a última chance de igualar. O Submarino Amarelo chega a 19 pontos, em terceiro. Já o Valencia perde contato com o bloco de cima da tabela, em nono, com 16 pontos.

No confronto entre duas equipes da parte de baixo da tabela, Espanyol e Athletic Bilbao ficaram no empate por um gol. A equipe basca, comandada pela primeira vez por Javier Clemente, saiu na frente. Após cobrança de falta de Yeste, Luis Prieto empurrou para as redes aos 20 minutos. Quando a vitória dos visitantes parecia certa, o Espanyol empatou aos 43, com um chute forte de Coro. O Athletic permanece na lanterna, com sete pontos. Já o clube de Barcelona, cujo técnico Miguel Angel Lotina segue ameaçado no cargo, aparece em 16º, com nove pontos.