Zlatan Ibrahimovic não é uma pessoa fácil de lidar. São vários os momentos em que o craque demonstrou o seu gênio, nas palavras ou nas atitudes. Quando estava no Milan, chegou a sair no braço com Oguchi Onyewu, fazendo valer a faixa preta que tem em taekwondo. Não é qualquer um que encara o sueco. Mas neste domingo, Rio Mavuba peitou o atacante, apesar da diferença de tamanhos, e pode dizer que ajudou seu time a conquistar um importante empate por 2 a 2 graças a isso.

O Lille perdia por 1 a 0 no Parc des Princes, belo gol de Ibra em uma forte cobrança de falta. Aos 41 minutos do primeiro tempo, no entanto, o capitão dos visitantes e o artilheiro do Paris Saint-Germain se estranharam após uma dividida e passaram a discutir. Na frente do árbitro, Mavuba empurrou o rosto do atacante. O juizão? Um amarelo para cada. E, apesar das reclamações que o jogador do Lille precisaria ser expulso, foi ele quem anotou o gol de empate antes do intervalo.

Não dá para dizer que o lance abalou Ibrahimovic, mas a valentia do Lille também se deu na bola. Tomou pressão durante boa parte do tempo, buscou a virada e só cedeu o resultado por conta de uma falha de Vincent Enyeama, que permitiu o tento de Thiago Silva. O time fecha o turno na terceira posição da Ligue 1 e, mesmo sem a fortuna de PSG e Monaco, segue colado aos milionários. Mais do que talento, ter colhões também ajuda a fazer um favorito ao título.