Vocês mandaram e nós mostramos algumas propostas de calendário para o futebol brasileiro

O Tema da Semana já se tornou um dos espaços mais importantes da pauta da Trivela. É a nossa oportunidade de mostrar um tema com profundidade, e o retorno que recebemos dos leitores é dos melhores. Por isso, decidimos fazer um especial escrito por vocês leitores. E que tema que a turma mais gosta de discutir, cornetar e palpitar do que o calendário do futebol brasileiro?

LEIA MAIS: Calendário da CBF em 2015 avança tão pouco que nem dá para comemorar

Vamos publicar quatro versões de calendários durante a semana. Não são necessariamente as quatro melhores, mas as que apresentem realidades diferentes, mesmo que algumas sejam malucas ou tenham conteúdo com os quais não concordamos. Tudo para enriquecer o debate, e criar situações diferentes.

Bem, vamos ver como vocês se saíram. E dê uma polida na corneta, pois é hora de fazer ela soar.

Mandaram suas versões os leitores Adriano Fernandes, Alexandre Rocha, Allan Jones, André Willian, Bernardo Bethonico Martins, Café Lima, Danilo Alves, Darlan Braga, David Souza, Diego Bertholdo, Edgard Alan, Edson Santo Rossieri Junior, Elcio Mendonça, Everson Veiga, Fabiano da Silva Dias, Felipe Godinho, Fernando Luiz, Francisco Cabral, Guilherme Meneses, Guilherme Ruchaud, Gustavo do Nascimento Caetano, Gustavo Souza, Heitor Braz Borges, Jean Grassi, José Gabriel Leiva Dalsin, Leonardo Dias, Leonardo Nunes Chaves, Luís Felipe dos Santos, Miguel Fornari, Moisés Dias, Osmar Júnior, Paulo Torres, Pedro Miranda, Rafael Máximo, Ramon Rios, Ricardo Leite e Souza, Robson Keeper, Rodrigo Meireles, Roniel Iunckovski, Victor Correia, Wagner Marques Junior e Wilker Bento. Agradecemos a todos pela dedicação.

Segunda: a versão do Bom Senso FC, com os nossos pitacos

Bem, não é exatamente a versão 100% Trivela, até porque dentro da equipe há opiniões divergentes sobre algumas coisas. Mas pegamos a proposta de calendário que julgamos a melhor até agora (a do Bom Senso FC) e comentamos os principais pontos.

Terça: como adaptar o calendário brasileiro ao europeu, por Élcio Mendonça

Haveria um choque cultural, mas ajudaria a encaixar as competições nacionais às internacionais, além de facilitar o intercâmbio entre clubes brasileiros e europeus.

Quarta: o que poderia ser feito se tirássemos os estaduais, por Fabiano da Silva Dias

É uma ideia polêmica, pois romperia com uma das maiores tradições do futebol brasileiro. Mas, se os grandes se concentrassem apenas em torneios nacionais e internacionais, daria para acomodar tudo tranquilamente.

Quinta: Como reforçar os estaduais sem prejudicar o Brasileiro? Por Luis Felipe dos Santos

Um calendário que pretende fortalecer os estaduais. Tudo bem, a ideia não é a mais popular, e o responsável até a define como “demente”. Bem, para quem pretende acomodar os torneios já existentes e ainda manter ou recriar os regionais, aí está uma opção.

Sexta: versão do leitor, parte 4

Aguarde.