O técnico do Arsenal, Arsène Wenger, justificou a venda do atacante Robin van Persie para o Manchester United dizendo que o clube “não tinha opção”. O Manchester United e o próprio Arsenal fizeram anúncios dizendo que os clubes chegaram a um acordo pela transferência do jogador.

Alex Ferguson confirmou nesta quarta-feira à noite que o acordo é de € 29 milhões pelo atacante holandês, que deve fazer os exames médicos na quinta-feira antes de assinar contrato com o United.

“Ele está no Manchester United, infelizmente para nós. A transferência foi finalizada à tarde”, declarou Wenger. “Nunca é bom perder jogadores dessa qualidade, mas ele tinha apenas mais um ano de contrato, então não tínhamos opção”, disse ainda o técnico francês à TV francesa TF1.

“Nós já contratamos desde que trouxemos [Olivier] Giroud e [Lukas] Podolski, que originalmente foram contratados para suprir a saída de Van Persie”, concluiu o treinador dos Gunners.

Além dos dois citados por Wenger, o Arsenal ainda trouxe o meia Santiago Cazorla do Málaga e há especulação que o clube ainda tente a contratação de Fernando Llorente, do Athletic Bilbao. O atacante espanhol, porém, está perto de fechar com a Juventus.


Deixe uma resposta