João Mário chegou como um grande investimento da Internazionale para a temporada, mas sai pela porta dos fundos em Milão. O meio-campista até fez boas partidas no início da Serie A e parecia pronto para se tornar uma peça importante, especialmente pelos gols marcados. No entanto, quem desconfiava das cifras pagas pelo jogador do Sporting logo passou a ter razão. Sua queda de desempenho foi vertiginosa, com muitos erros e aparições cada vez mais raras. Apenas um semestre depois, deixa os nerazzurri. Foi apresentado pelo West Ham nesta sexta, em negócio que ao menos não deve significar um prejuízo tão grande aos cofres interistas.

João Mário foi cedido por empréstimo aos Hammers, mas com opção de compra. Os londrinos desembolsaram €1,5 milhões pelos próximos seis meses e terão que pagar €35 milhões se quiserem ficar com o meio-campista em definitivo. Há um decréscimo em relação aos €40 milhões investidos inicialmente pela Inter, mas o cenário acaba sendo satisfatório aos italianos, que agora contam com o emprestado Rafinha para atuar como armador. Já o West Ham ganha uma necessária alternativa ofensiva na luta contra o rebaixamento na Premier League.

No anúncio do reforço, o West Ham brincou com o nome de João Mário. Fez um vídeo especial, aludindo ao Super Mario para confirmar o novato. E não só os ingleses esperam que o meio-campista seja “super”, mas também os italianos, para se livrar de uma aposta que não deu certo.