Enquanto na Liga dos Campeões não houve nenhuma grande surpresa, as zebras deram as caras nos jogos de ida da primeira fase da Copa Uefa. O Everton fez o pior papel, ao ser goleado por 5 a 1 pelo Dínamo de Bucareste, fora de casa. O Bayer Leverkusen, em cuja zaga atuam dois prováveis convocados para a defesa brasileira na próxima Copa do Mundo, perdeu em casa para o CSKA Sofia por 1 a 0 e complicou sua situação. Apesar de triunfar, o Stuttgart não convenceu diante do Domzale, da Eslovênia.

O Everton quebrou a cara na Romênia. Pela primeira vez em sua história os Toffees sofreram cinco gols em uma competição européia. Os ingleses seguraram o empate por 1 a 1 no primeiro tempo, mas entraram em colapso na volta do vestiário. Destaque para Bratu, autor de dois gols.

O Stuttgart derrotou o Domzale, da Eslovênia, por 2 a 0. Porém, o triunfo não deixou a equipe muito contente. Desde o início da partida, o VfB dominou as ações. Tomasson marcou o primeiro logo aos sete minutos. Porém, os alemães só ampliariam a dois minutos do apito final. Apesar da supremacia, o time desperdiçou inúmeras finalizações. A certeza de obter uma vantagem maior de certa forma decepcionou os Schwaben.

Em plena BayArena, o Bayer Leverkusen tropeçou diante do CSKA Sofia. Os aspirinas lamentaram a derrota por 1 a 0. O time búlgaro chegou ao gol aos 15 minutos de jogo graças à uma falha de Athirson. Ele matou errado uma bola e ofereceu-a de presente para Todorov. O Bayer partiu para cima, mas o CSKA levava perigo nos contra-ataques.

Atual campeão, o CSKA Moscou obteve uma boa vantagem de 3 a 1 em casa sobre o Midtjylland. O jogo foi disputado com portões fechados, uma punição ao clube pelo comportamento de sua torcida na semifinal da última edição do torneio contra o Parma. Daniel Carvalho, com dois gols, foi o destaque da partida. Gusev completou o placar para os russos. Pimpong fez o gol de honra dos dinamarqueses.

Todos os resultados da primeira fase da Copa Uefa:

Auxerre (França) 2×1 Levski Sófia (Bulgária)
Hamburg (Alemanha) 1×1 Kobenhavn (Dinamarca)
Slavia Praga (Rep. Tcheca) 2×0 Cork (Irlanda)
PAOK (Grécia) 1×1 Metalurh Donetsk (Ucrânia)
Dynamo Bucareste (Romênia) 5×1 Everton (Inglaterra)
Grasshoppers (Suíça) 1×1 MyPa (Finlândia)
Estrela Vermelha (Sérvia-Montenegro) 0x0 Braga (Portugal)
Germinal Beerschot (Bélgica) 0x0 Olympique de Marselha (França)
Bayer Leverkusen (Alemanha) 0x1 CSKA Sófia (Bulgária)
Vitória Setúbal (Portugal) 1×1 Sampdoria (Itália)
Sevilla (Espanha) 0x0 Mainz 05 (Alemanha)
Basel (Suíça) 5×0 Siroki Brijeg (Bósnia)
Feyenoord (Holanda) 1×1 Rapid Bucareste (Romênia)
Hibernian (Escócia) 0x0 Dnipro Dnipropetrovsk (Ucrânia)
Rennes (França) 3×1 Osasuna (Espanha)
Vitória Guimarães (Portugal) 3×0 Wisla Cracóvia (Polônia)
Krylya Sovetov (Rússia) 5×3 AZ (Holanda)
Stuttgart (Alemanha) 2×0 Domzale (Eslovênia)
Valerenga (Noruega) 0x3 Steaua Bucareste (Romênia)
Grazer (Áustria) 0x2 Strasbourg (França)
Brann (Noruega) 1×2 Lokomotiv Moscou (Rússia)
Palermo (Itália) 2×1 Anorthosis Famagusta (Chipre)
Halmstads (Suécia) 1×2 Sporting (Portugal)
Middlesbrough (Inglaterra) 2×0 Xanthi (Grécia)
Maccabi Petach-Tikva (Israel) 0x2 Partizan Belgrado (Sérvia-Montenegro)
Roma (Itália) 5×1 Aris (Grécia)
Besiktas (Turquia) 0x1 Malmo (Suécia)
Litex Lovech (Bulgária) 2×2 Genk (Bélgica)
Banik Ostrava (Rep. Tcheca) 2×0 Heerenveen (Holanda)
Apoel Nicósia (Chipre) 0x1 Hertha Berlim (Alemanha)
Teplice (Rep. Tcheca) 1×1 Espanyol (Espanha)
Monaco (França) 2×0 Willem II (Holanda)
Viking (Noruega) 1×0 Austria Viena (Áustria)
Brondby (Dinamarca) 2×0 Zurique (Suíça)
Lens (França) 1×1 Groclin (Polônia)
Tromso (Noruega) 1×0 Galatasaray (Turquia)
Bolton (Inglaterra) 2×1 Lokomotiv Plovdiv (Bulgária)
Shakhtar Donetsk (Ucrânia) 4×1 Debreceni (Hungria)
Zenit St. Petersburg (Rússia) 0x0 AEK (Grécia)
CSKA Moscou (Rússia) 3×1 Midtjylland (Dinamarca)