Zico reclamou de uma das medidas aprovadas pela Fifa para a Copa. A entidade determinou que, durante as partidas do Mundial, apenas uma pessoa poderia ocupar a área técnica.

Com isso, o treinador da seleção japonesa não poderá contar com a ajuda do intérprete Kunihiro Suzuki ao seu lado. A Fifa rejeitou o pedido para que Suzuki pudesse auxiliar Zico a passar instruções para os jogadores.

“Fico sem jeito por a Fifa tomar uma decisão como essa. Para obter o melhor dos meus jogadores, preciso de um intérprete ao meu lado”, lamentou Zico. Saburo Kawabuchi, presidente da federação japonesa, tentará pressionar a Fifa para que reveja a medida.