Já era um dia especial para Kosovo. Pela primeira vez desde que foi admitido pela Uefa, em 2016, a seleção nacional mandou uma partida oficial em seu território, depois da reforma do Estádio Cidade de Prishtina, rebatizado de Estádio Fadil Vokrri, em homenagem ao ex-jogador e ex-presidente da Federação Kosovar. E a equipe elevou-se à altura da ocasião, ao registrar a primeira vitória de Kosovo em uma partida competitiva em toda a história: 2 a 0 sobre as Ilhas Faroe.

Nesse curto período de reconhecimento da Uefa, Kosovo havia disputado apenas as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, com um empate, contra a Finlândia, e nove derrotas. Soma-se a isso o empate sem gols com Azerbaijão, na rodada inaugural da Liga das Nações, na última sexta-feira. As cinco partidas que fez como mandante haviam sido realizadas em Shköder, na Albânia, país irmão e vizinho.

Apenas em agosto deste ano o Estádio Fadil Vokrri foi reinaugurado, com capacidade para 12,810 pessoas e cumprindo todas as exigências da Uefa, mas esta foi a primeira utilização do local para um jogo oficial da seleção. A própria entidade informou que, no passado, sob supervisão da Fifa, o estádio recebeu partidas internacionais do Kosovo e foi um alçapão do Prishtina na época em que o clube disputava a primeira divisão da Iugoslávia.

A faixa da torcida em homenagem a Fadil Vokrri, ex-jogador e dirigente do Kosovo

Se ainda há dúvidas em relação à validade da Liga das Nações da Uefa, também é verdade que permite que seleções que geralmente são meros sacos de pancadas em classificatórios de grandes torneios possam disputar partidas oficiais mais equilibradas e brigar por alguma coisa. Kosovo está em um grupo da quarta divisão da competição ao lado de Ilhas Faroe, Azerbaijão e Malta.

Nas Eliminatórias da Copa do Mundo, Kosovo fez campanha idêntica à de Malta, com apenas um ponto conquistado, mas Ilhas Faroe e Azerbaijão conseguiram resultados melhores, com nove e dez pontos, respectivamente. A seleção caçula da Uefa havia estreado na Liga das Nações empatando com Azerbaijão e, em seguida, derrotou as Ilhas Faroe com dois gols no começo do segundo tempo.

Aber Zeneli abriu o placar, aos cinco minutos da etapa final, com um belo chute colocado, no canto do goleiro Gunnar Nielsen, e Atdhe Nuhiu ampliou, completando o cruzamento de Amir Rrahmani, que havia pegado o rebote da própria cabeçada. Como a outra partida da chave terminou com empate por 1 a 1 entre Malta e Azerbaijão, Kosovo, com quatro pontos, também lidera um grupo pela primeira vez na sua breve história oficial como seleção de futebol.

.