A Allianz Arena estava lotada. Depois de 32 anos, a Alemanha voltava a receber uma Copa do Mundo. E, apesar do ciclo de preparação turbulento, as expectativas eram ótimas para a estreia. A Costa Rica, afinal, não era um adversário que metesse tanto medo assim. Seis minutos bastaram para que o grito de gol ecoasse pela primeira vez. Bola na esquerda, para que o novato lateral partisse em velocidade. Encarou os dois marcadores, cortou para direita, deixou um deles no chão. E aproveitando o “pé trocado”, soltou a bomba. Mais do que o primeiro gol do Mundial de 2006, era já o primeiro golaço, no ângulo. Marcado pelo camisa 16 desconhecido por muitos, um garoto de 22 anos. Era Philipp Lahm.

A Copa de 2006 pode ser considerada embrionária para o tetracampeonato mundial em 2014. Foi lá que a base do Nationalelf começou a ser aglutinar rumo ao Brasil. A Costa Rica, porém, assustou. Arrancou o empate seis minutos depois, com Paulo Wanchope aproveitando o cochilo da zaga. Mas os temores não duraram tanto, até que outras referências aparecessem. Após passe da direita, um rapazote de 21 anos chegou rasgando na área. Outro estreante, Bastian Schweinsteiger. Cruzou para o centroavante, mais experiente, que vivia seu segundo Mundial. Dentro da pequena área, Miroslav Klose se esticou para completar. Seu primeiro gol na Copa de 2006, o sexto em Mundiais.

O camisa 11 também faria o sétimo, terceiro da Alemanha na partida, aos 16 do segundo tempo. Lahm cruzou e, depois de tentar a primeira vez, o matador não perdoou o rebote do goleiro. Wanchope voltou a descontar logo em seguida. Mas a vitória teria números finais aos 42, com mais uma pintura. Schweinsteiger deu nova assistência, ao rolar a bola para Torsten Frings e o volante soltar um míssil da intermediária, fechando o placar em 4 a 2. Aquele triunfo abriria uma campanha marcante para os alemães, que não rendeu o título, mas significou muito ao país. E, de certa maneira, começaria também uma história que só terminou no Maracanã.

1986: União Soviética 2×0 Canadá

Terceira rodada da fase de grupos
Estádio Sergio León Chavez, em Irapuato (MEX)
Gols: Blokhin e Zavarov

1990: Itália 1×0 Áustria

Primeira rodada da fase de grupos
Estádio Olímpico, Roma (ITA)
Gol: Schillaci

2006: Alemanha 4×2 Costa Rica

Primeira rodada da fase de grupos
Allianz Arena, em Munique (ALE)
Gols: Lahm, Klose [2], Frings; Wanchope