Carlos Carvalhal precisou de pouco tempo para conquistar a torcida do Swansea – e o público da Premier League, em geral. Além de bons resultados na luta contra o rebaixamento, o treinador soltou inúmeras frases de efeito em suas entrevistas coletivas. As metáforas bem sacadas e espirituosas ganham repetidas manchetes na imprensa inglesa. Já nesta semana, o próprio clube anunciou uma grande iniciativa para aproveitar o hype. Os Swans irão vender camisas estilizadas com as declarações do treinador. E não que isso seja apenas uma jogada comercial dos galeses para lucrar um pouco mais.

O dinheiro relativo às vendas será redirecionado ao combate do câncer de próstata no Reino Unido. O Swansea produziu três modelos diferentes, que estarão disponíveis nas lojas do clube por £12,99. Os lucros vão ser repassados à nobre causa, provocando sorrisos muito além do bom humor de Carvalhal. O projeto ocorrerá em edição limitada, mas não é de se duvidar que os galeses ampliem de outras maneiras, caso realmente emplaque.

Nesta quinta, inclusive, Carvalhal proporcionou outras pérolas. Primeiro, distribuiu bolo aos presentes na coletiva de imprensa, antes do jogo contra o Manchester United. Depois, falou: “Há duas coisas importantes: nunca perdi contra Mourinho e nunca perdi em Old Trafford. Porque é a primeira vez que vou lá jogar… Tenho um bom recorde, não é verdade? Sabemos que este jogo vai ser difícil, mas os jogos são para serem jogados e vamos fazer o nosso melhor para sair de Old Trafford com pontos”.

“O Mourinho é um lutador. É muito bom nos ‘mind games’, normalmente ele ganha esse tipo de batalhas. Eu sou muito diferente… Temos poucas semelhanças, personalidades bem distintas. Mas ele é uma inspiração, é o nosso rei no futebol, abriu as portas para uma nova geração de treinadores irem para o estrangeiro e deu uma nova ideia dos portugueses no estrangeiro. A emigração portuguesa hoje em dia é diferente do que era há alguns anos e ele contribuiu para isso. Eu, como português, tenho muito orgulho do seu trabalho. É o tipo de pessoa que se gosta ou se odeia, e eu estou no primeiro grupo. Mas sábado vou fazer o meu trabalho”, complementou.

Do outro lado, na coletiva do Manchester United, Mourinho também elogiou Carvalhal e contou que ambos se conversam várias vezes por semana. Dentro de campo, porém, o admirador do Special One não se furtará a surpreender os Red Devils. É isso que ele tem conseguido fazer diversas vezes desde que chegou ao Swansea, e não apenas dentro de campo.