Pode não ser a fase principal, em que os melhores times realmente entram na disputa. Ainda assim, a Copa Libertadores de 2016 começa oficialmente nesta terça-feira. Dois jogos movimentam o primeiro dia do campeonato mais importante das Américas, logo com uma história interessante. No Uruguai, o modesto River Plate faz a sua estreia no torneio continental. O famoso Parque do Prado, que também abriga os estádios de Montevideo Wanderers e Bella Vista, terá o seu terceiro clube representado na Libertadores – embora o jogo contra a Universidad de Chile aconteça em Maldonado, por questões de capacidade.

VEJA TAMBÉM: Desbrave a Europa neste mapa interativo com todos os times da história da Champions

Ao lado do Puebla, o River Plate é um dos novatos na Libertadores de 2016. Juntos, elevam a 202 o número de participantes da taça desde a sua primeira edição, em 1960. Diversidade que também ajuda a explicar diferentes aspectos do continente. Natural, por exemplo, que os clubes brasileiros correspondam às estruturas de seus estados, enquanto paraguaios e uruguaios se concentrem na região metropolitana de suas capitais. Ou que a colonização costeira e na margem dos rios represente a distribuição das equipes, mesmo que outras sejam sediadas em locais um pouco mais afastados, centros da exploração mineral.

Abaixo, republicamos um mapa que criamos em 2015, atualizado, com todos os participantes da história da Libertadores – desde a “pré”. Localizamos os times do torneio, cada um identificado pelo estádio onde costuma mandar as suas partidas – não necessariamente o que disputou a copa. Na tabela à esquerda, é possível selecionar os clubes por país, ainda que venezuelanos e mexicanos estejam juntos por limitações da ferramenta. Para ver o estádio mais de perto, dá para aproximar a visão, o que também ajuda a distinguir escudos sobrepostos. Além disso, o quadrado no canto superior do mapa possibilita abri-lo na janela inteira do navegador.

O mapa permite a percepção de vários detalhes, desde a concentração de forças de um país até os cenários paradisíacos que circundam alguns estádios, ou a proximidade assustadora entre grandes rivais. Aproveite e viaje: