O atacante Jamie Vardy ganhou pontos importantes para ser uma opção do técnico Gareth Southgate na seleção inglesa que vai à Copa do Mundo na Rússia. O jogador do Leicester foi titular no jogo contra a Itália, em Wembley, e mostrou bons sinais. Ele marcou o gol no empate por 1 a 1 e se tornou um candidato não só a eventualmente substituir Harry Kane, mas até mesmo para se tornar parceiro do jogador do Tottenham, quando necessário.

LEIA TAMBÉM: Inglaterra teve velocidade, mas Tarkovski falhou, e a Itália empatou

Quando perguntado sobre o assunto, o técnico do Leicester, Claude Puel, falou sobre a possibilidade da parceira Kane e Vardy no time titular da Inglaterra. “Eu acho que eles podem ter um bom equilíbrio porque são dois jogadores com diferentes atributos. É uma boa opção para o técnico. É uma boa escolha. É importante para a seleção ter diferentes jogadores com atributos diferentes e eu acho que Jamie possa aproveitar o espaço e dar bons movimentos, uma boa oportunidade”.

“Como no seu primeiro jogo, eu disse que eu sei que ele não pode tocar a bola, por exemplo, mas foi importante para o time porque ele deu boas opções, bons movimentos e bom ritmo por seus companheiros”, continuou o técnico. “É sempre importante ter um jogador para dar bons movimentos atrás dos defensores, é sempre difícil fazer a marcação sobre ele”.

O Leicester é o oitavo colocado na Premier League e volta a campo no sábado, contra o Brighton, no Amex Stadium. A fase não é boa, com apenas uma vitória nas últimas seis partidas. E o técnico do Brighton, Chris Hughton, também fez questão de elogiar Vardy e a sua boa fase.

“Suas qualidades são bem óbvias para qualquer um que joga contra ele. Seu tempo é bom e ele é confiável com um bom time atrás dele e é claro o serviço. Quando você olhar para o gol que ele marcou pelo Leicester contra o West Brom, não é apenas a corrida, mas o serviço que ele entrega”, afirmou o treinador. “Créditos para ele, ele melhorou como jogador e com justiça é parte do elenco da Inglaterra que irá para a Copa no verão [europeu]”.

Aos 31 anos, Vardy vive uma boa fase atualmente na temporada inglesa e tem tudo para chegar bem à Copa do Mundo. E com Kane se recuperando de lesão, o técnico Gareth Southgate pode precisar lançar mão do atacante do Leicester para ganhar em força física e velocidade.