Karim Benzema foi um dos jogadores mais questionados do Real Madrid nas últimas temporadas, e com razão. O centroavante se cansou de perder boas chances e raramente tinha atuações de encher os olhos. Em compensação, era uma parte importante na engrenagem de Zinedine Zidane, sobretudo pela forma como se empenhava para abrir espaços e facilitar a vida de Cristiano Ronaldo. Sem mais o companheiro, a incumbência do francês na definição aumenta. E o início da temporada é positivo. Depois de balançar as redes duas vezes contra o Girona, o camisa 9 somou mais dois tentos à sua conta no Campeonato Espanhol. Ajudou bastante na vitória por 4 a 1 sobre o Leganés no Santiago Bernabéu, que mantém os 100% de aproveitamento.

Propondo o jogo e buscando o ataque, o Real Madrid abriu o placar aos 17 minutos, em ótima trama. Dani Carvajal cruzou e Gareth Bale acertou um chute plástico, que o goleiro Pichu Cuéllar até rebateu, mas não tirou do caminho das redes. No entanto, os merengues se acomodaram e um pênalti cometido por Casemiro possibilitou o empate aos 24, com Guido Carrillo convertendo a cobrança. Faltava mais agressividade aos madridistas, que só começaram a responder de verdade no final do primeiro tempo, com Benzema parando em boa intervenção de Cuéllar. Então, a volta do intervalo se tornou capital.

O próprio Benzema anotou o segundo, aos três da etapa final. Marco Asensio cruzou e o centroavante escorou de cabeça, em lance inicialmente anulado por falta do francês, mas validado após a consulta ao VAR. Em meio ao bom momento do Real, Benzema ampliou aos 16. Tabelou com Luka Modric e chutou cruzado da entrada da área. Por fim, cinco minutos depois, Marco Asensio sofreu um pênalti que Sergio Ramos converteu com categoria. Julen Lopetegui até realizou algumas alterações depois disso, mas o confronto estava resolvido e não guardou novas emoções.

Obviamente, o nível de exigência é baixo por enquanto. Mas levando em conta que Benzema anotou míseros cinco gols no Campeonato Espanhol passado, além de ter servido dez assistências, o bom começo é indicativo de qual será a funcionalidade nesta fase de transição do Real Madrid. Corresponder é o principal passo, e não há dúvidas que sua importância no grupo se eleva bastante. Os merengues somam nove pontos e aguardam o resultado do Barcelona no domingo para saber se continuarão com a liderança isolada. O Leganés, por sua vez, possui apenas um ponto e ocupa a zona de rebaixamento neste momento.