Baile na Cróacia põe a Espanha como favorita ao título da Liga das Nações

A impressionante goleada da Espanha sobre a Croácia por 6×0 nesta terça-feira (11) na cidade de Elche foi de encher os olhos. E a turma que busca lucros nas casas de apostas de futebol acordou nesta quarta com a grande curiosidade de saber como este resultado iria impactar na projeção dos favoritos para conquistar a recém-criada Liga das Nações da Uefa que será encerrada apenas em junho do ano que vem.

De acordo com o site especializado em apostas OddsShark.com, a Fúria desponta até com uma certa margem de conforto perante a segunda colocada, a França. Os espanhóis devolvem R$ 3,75 a cada R$ 1,00 apostado em seu título, contra R$ 4,50 dos atuais campeões mundiais. Imaginar uma decisão entre as duas seleções é, desde já, um exercício dos mais animados para os fanáticos por futebol nos dois países.

Completando o bloco dos quatro primeiros na lista de favoritos ao título está a Bélgica, pagando R$ 5,00/R$ 1,00, com a Alemanha vindo logo atrás, devolvendo R$ 7,50 a cada R$ 1,00 apostado. É claro que a Liga das Nações está apenas no começo, mas a sensação geral que se tem é que há mesmo uma tendência de se observar Espanha e França à frente com as demais correndo atrás.

Por mais que haja uma óbvia cautela em determinar um favorito ao título de maneira tão antecipada, a vitória da Espanha sobre a Croácia foi mesmo uma das mais impactantes dos últimos anos. O placar mais propício a partidas de tênis foi o típico “vira três, acaba seis”. Ninguém poderia imaginar tamanha eficiência sob o comando de um técnico recém-chegado, caso de Luis Enrique, e de um craque que talvez tenha feito a sua grande partida pela seleção, caso de Asensio. A Fúria realmente não tomou conhecimento dos vice-campeões mundiais. A única pena é que a partida foi válida apenas pela segunda rodada do Grupo 4 da Liga das Nações, que ainda terá um longo caminho até o final.

A grande noite de Asensio contou com um gol e participação direta em outros quatro. Apenas a abertura do placar, com Saúl, não contou com a sua ajuda. Eufórica, a imprensa espanhola destaca nesta quarta que a goleada poderia ser até maior, por sete ou oito gols, e quem viu a partida não tem mesmo muitos argumentos para questionar tal projeção. A geração espanhola é suficientemente boa para colocar a eterna dúvida sobre o que aconteceria na Copa do Mundo caso o técnico Julen Lopetegui não fosse demitido de maneira tão intempestiva antes de a competição começar.

O curioso é que tamanho baile foi obtido com a Croácia levando a campo boa parte da equipe do Mundial, escalando Kalinic,Vida, Vrsaljko, Rakitic, Modric e Perisic. Nenhum deles, porém, foi capaz de fazer frente à força espanhola nas finalizações. Foi a pior derrota da seleção croata em todos os tempos, mas o time desabou depois do gol inicial.

O sistema de disputa da Liga das Nações é o mais simples possível, o que ajuda demais na hora de estabelecer prognósticos e observar quais são as partidas mais propícias aos investimentos nas casas de apostas. São 12 seleções divididas em quatro grupos de três países. A Espanha lidera o Grupo 4, com seis pontos, deixando para trás Inglaterra e Croácia, que estão zeradas. O Grupo 1 conta com França, Alemanha e Holanda, exatamente nesta ordem de classificação, já a chave 2 tem Suíça, Bélgica e Islândia, respectivamente. O Grupo 3 tem Portugal, Polônia e Itália. Apenas o líder de cada grupo avança para a semifinal – que, assim como a decisão, será disputada no sistema de jogo único que tanto agradam os europeus.

Os próximos confrontos da fase de grupos da Liga das Nações vão acontecer no período de 11 a 16 de outubro, com as partidas decisivas das chaves ocorrendo na janela que vai do dia 15 a 20 de novembro. As semifinais e a final ocorrem só em junho do ano que vem. O tempo vai dizer se a opção da Uefa em preencher o calendário de 2019 desta maneira será ou não bem-sucedido. A temporada seguinte, 2020, será o ano da Eurocopa, que desta vez ocorre em países diferentes. Por ser a edição em comemoração aos 60 anos do torneio, a entidade desta vez não vai adotar nenhuma sede fixa, levando as partidas a 12 países no total.

Os odds para ganhar a Liga das Nações, segundo o OddsShark.com:

Espanha – R$ 3,75

França – R$ 4,50

Bélgica – R$ 5,00

Alemanha – R$ 7,50

Portugal – R$ 13,00

Inglaterra – R$ 17,00

Itália – R$ 21,00

Croácia – R$ 29,00

Confira outros odds do futebol brasileiro e internacional na Trivela.