Na luta pelo G-6, Corinthians busca vitória com lucro de 508% sobre o Flamengo no Rio

O Campeonato Brasileiro vai chegando ao fim, e a velha máxima do “cada um por si e Deus por todos” vai se tornando a tônica no atual momento da competição. Afinal, são tantas disputas em paralelo, que aquelas facilitadas que certos times concediam a alguns adversários, apenas para atrapalhar os planos de um determinado rival, não encontram brecha na disputa de 2016.

E um exemplo emblemático na 32ª rodada é o Corinthians, que enfrenta o Flamengo, na volta ao Maracanã, no domingo (23), às 17h (horário de Brasília), e que certamente tiraria o pé do acelerador, se não estivesse lutando por uma vaga na Copa Libertadores da América, ainda mais depois da eliminação na Copa do Brasil. O dilema se dá pelo fato de uma emblemática vitória sobre os rubro-negros, no Rio, cotada em R$ 5,08 por R$ 1, de acordo com o Oddsshark.com/br, deixaria o arquirrival Palmeiras ainda mais perto do título brasileiro. Que situação!

O Fla, que não tem nada a ver com isso, quer se aproveitar do retorno à velha casa para não deixar o Verdão escapar muito, quando restam apenas sete partidas, para cada um, até o término do Brasileirão. O triunfo do time da Gávea tem o pagamento previsto de R$ 1,69 sobre cada real. O empate no Maraca, frustrante para ambos, resultaria em retorno financeiro de R$ 3,67/R$ 1.

Dependendo só de si para levantar a taça mais cobiçada do futebol brasileiro, o Palmeiras recebe o ameaçado Sport Recife, no Allianz Parque – que apresenta irregularidades no gramado em função de eventos recorrentes no estádio – no mesmo horário. Com grande expectativa de lotação, a equipe alviverde quer manter a boa vantagem de quatro pontos para os flamenguistas.

Para isso, é fundamental garantir os três pontos em casa, que trariam a valorização de 38% nos aportes. Com relação aos pernambucanos, que ostentam uniforme bastante similar ao rubro-negro carioca, um excelente resultado como visitante não só ajudaria o atual vice-líder da competição como faria com que os investidores recebessem a bela recompensa de R$ 7,96/R$ 1, enquanto o resultado igual vale R$ 4,75/R$ 1.

Cada vez mais focado em garantir o terceiro lugar, que dá a qualificação direta à fase de grupos da Libertadores, já que as chances de título são cada vez menores, o Atlético-MG tem um compromisso hipoteticamente fácil contra o Figueirense, cada vez mais atolado na zona do rebaixamento. Para o confronto, marcado para as 19h30, no Independência, o Galo conta com a margem de resgate de 31%, em caso de triunfo, contra 977% (número bastante tentador, diga-se de passagem) do Figueira – a coluna do meio está avaliada em R$ 5,05/R$ 1.

De Belo Horizonte, partimos para Porto Alegre, que vai pegar fogo com mais uma edição do Gre-Nal, um dos maiores clássicos do Brasil. Eufóricas com a classificação para as semifinais da Copa do Brasil, as duas torcidas concentram-se, agora, nas lutas distintas na tabela de classificação da Séria A. Enquanto o Grêmio ronda o G-6, o Inter, aos poucos, vai se afastando da zona da degola. Para o jogaço de domingo, marcado na Arena do Grêmio, às 17h (horário de Brasília), o Tricolor surge como favorito, segundo o Oddsshark.com/br, quando as aplicações dos investidores seriam duplicadas. Mas se o Colorado ganhar na casa do rival, a lucratividade será de 396%. Caso cada um some apenas um ponto, o retorno fica no patamar dos 311%.

Já o Santos, que quer tomar o lugar do Atlético-MG, vai à Arena Condá jogar contra a Chapecoense, que segue estabilizada no meio da tabela. Mesmo na condição de visitante, o Peixe tem o aval do Oddsshark.com/br para somar mais três pontos em Santa Catarina, palpite que geraria a rentabilidade de 240%. No caso da Chape, o resultado positivo está precificado em R$ 2,99/R$ 1, enquanto a igualdade no marcador vale R$ 3,21/R$ 1.

E na segunda-feira (24), o fechamento da rodada se dá com o Atlético-PR – sexto colocado e no limite para se garantir na Taça Libertadores – que tem uma ótima oportunidade de defender a posição contra o quase moribundo América-MG, que, mesmo em casa, não deve oferecer resistência ao adversário. O triunfo do Furacão é carta marcada, segundo o Oddsshark.com/br, com margem de resgate de 255%. Já a pouca provável conquista dos três pontos, por parte do Coelho, garante a valorização de 294% nas aplicações. E, por fim, o marcador igual está avaliado em R$ 3,01/R$ 1.

Confira as projeções do Oddsshark.com/br para as demais partidas:

22/10 – 17h: (R$ 1,94) São Paulo x Ponte Preta (R$ 3,98) – Empate: R$ 3,41

23/10 – 17h: (R$ 2,66) Vitória x Cruzeiro (R$ 2,66) – Empate: R$ 3,22

23/10 – 18h30: (R$ 2,32) Coritiba x Fluminense (R$ 3,15) – Empate: R$ 3,17

Jogo já encerrado pela 32ª rodada:

19/10 – Santa Cruz 0 x 1 Botafogo (R$ 2,62)