O Eintracht Frankfurt vinha de uma semana turbulenta. Primeiro, lidou com o alvoroço pela futura saída do técnico Niko Kovac, que assumirá o Bayern de Munique na próxima temporada. Depois, sofreu uma impiedosa goleada contra o Bayer Leverkusen pela Bundesliga, em resultado que atrapalhou suas pretensões rumo às Liga dos Campeões. E as Águias teriam poucos dias para se reerguer. Afinal, nesta quarta, fariam a semifinal da Copa da Alemanha contra o Schalke 04. Apesar de todos percalços, a equipe conseguiu triunfar em Gelsenkirchen. Derrotou os Azuis Reais por 1 a 0 na Veltins Arena e vai à segunda decisão consecutiva da Pokal. O adversário? O Bayern, em partida que ganha conotações de “revanche”, por tudo o que envolve.

Durante a maior parte do tempo, a semifinal não contou com grandes emoções. Os goleiros até fizeram boas intervenções, especialmente Lukas Hradecky, mas as chances de gol eram escassas. E o Eintracht Frankfurt ainda precisou lidar com a perda de Kevin-Prince Boateng, que se lesionou ao final do primeiro tempo. Contudo, na reta final, o jogo pegou fogo. E tudo se intensificou a partir dos 30 minutos da etapa complementar, quando Luka Jovic definiu a vitória com um golaço. Após cobrança de escanteio pela esquerda, o atacante se antecipou na primeira trave e saltou para acertar um belíssimo chute de calcanhar, sem qualquer chance de defesa para Ralf Fährmann.

Ainda assim, o Eintracht Frankfurt penaria para segurar a diferença. Aos 36 minutos, o time ficou com um a menos. Gelson Fernandes saiu do banco e logo depois recebeu o cartão vermelho. Em vantagem numérica, o Schalke 04 tentou intensificar a pressão sobre os visitantes. Franco Di Santo até chegou a balançar as redes nos acréscimos, mas o tento acabou anulado por um toque inexistente toque no braço, o que gerou irritação. Ao final, prevaleceu o heroísmo das Águias, que mantiveram o placar e comemoraram a classificação.

Esta será a oitava final do Eintracht Frankfurt na Copa da Alemanha. São quatro títulos do clube na competição, todos conquistados entre 1974 e 1988. E depois de vender caro a derrota para o Borussia Dortmund na última temporada, a equipe espera um pouco mais de sorte no Estádio Olímpico de Berlim. Por aquilo que vem jogando, merece o sucesso, por mais que o favoritismo se concentre sobre o Bayern de Munique. Antes de buscar a façanha na Pokal, de qualquer maneira, as Águias se voltam à Bundesliga. O sonho de se classificar à Champions é dificílimo, a quatro pontos da zona de classificação neste momento. Na sétima colocação, ao menos, o time não deve ter problemas para retornar à Liga Europa pela primeira vez desde 2013/14.