A menos de uma semana do começo da Copa do Mundo, o técnico Jorge Sampaoli recebeu uma péssima notícia. O atacante Manuel Lanzini, do West Ham, rompeu o ligamento dos joelhos e está fora da Copa do Mundo. Desfalque importante: o ex-jogador do Fluminense provavelmente seria titular da seleção argentina, pelo menos no começo da campanha na Rússia. Neste sábado, Sampaoli escolheu o seu substituto. Convocou Enzo Pérez, volante do River Plate. 

LEIA MAIS: “Copa Loca” traz em livro saborosas histórias da Argentina nas Copas do Mundo

Lanzini foi titular pela Argentina nos amistosos contra Itália, em março, e Haiti, no final de maio. Exerce a função que Sampaoli queria para o seu ponta-direita, com Messi pelo meio e Di María à esquerda. Sem ele, o técnico deve recorrer a Cristian Pavón ou Maximiliano Meza. Outra opção poderia ser Eduardo Salvio, do Benfica. Ou improvisar Dybala, que deve começar o Mundial no banco de reservas.

Com alternativas para a ponta-direita, Sampaoli preferiu reforçar o seu meio-campo. Isso porque a situação mudou sutilmente desde o anúncio da lista dos 23. Ever Banega sentiu dores esta semana e perdeu alguns treinamentos. Não corre risco de corte, mas pode ser desfalque para a estreia contra a Islândia. Acrescenta preocupação à situação de Lucas Biglia. O volante do Milan sofreu um trauma na lombar, em 22 de abril. Retornou muito mais rápido do que o esperado, em 13 de maio, com 45 minutos contra a Atalanta e ficou no banco de reservas diante do Haiti. Mas não inspira tanta confiança. 

Com Mascherano em forma técnica duvidosa, desde sua transferência para a China (já não vinha jogando muito bem de zagueiro no Barcelona), Sampaoli decidiu pelo caminho mais seguro e convocou Enzo Pérez. O experiente jogador de 32 anos tem 23 partidas pela seleção argentina, com alguns destaques: a final da Copa do Mundo de 2014, após ganhar a posição nas quartas de final, e o jogo decisivo das Eliminatórias Sul-Americanas contra o Equador, quando foi um dos melhores em campo. 

Mas Pérez, que estava na pré-convocação de 35 jogadores, não foi inicialmente convocado por uma razão. Teve um semestre irregular pelo River Plate. Pode crescer no Mundial, mas o centro do gramado virou um problema para Sampaoli. Biglia e Banega têm problemas físicos. Mascherano não tem problemas nesse sentido, além da idade avançada, mas já passou do seu auge. Sobram Pérez e Lo Celso, que tem apenas 22 anos e cinco partidas pela seleção. Todas amistosas.