Os clubes brasileiros pararam de jogar futebol durante a Copa do Mundo, mas continuaram ativos no mercado de transferências. Aproveitaram a pausa para fazer os ajustes que seus elencos precisavam, inclusive no banco de reservas. Não foram poucos os técnicos que perderam ou ganharam empregos. A seguir, fizemos um breve resumo dos principais negócios das equipes da Série A, que voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira.

Flamengo

Vinícius Júnior, ex-jogador do Flamengo (Foto: Getty Images)

As principais perdas do Flamengo eram esperadas. Felipe Vizeu, que chegou a fazer uns gols importantes ano passado, apresentou-se para a Udinese, e Vinícius Júnior teve sua chegada ao Real Madrid antecipada. O líder do Brasileirão também vendeu o volante Jonas, para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Ele havia feito 23 partidas nesta temporada. A única contratação fechada até o momento foi o atacante Fernando Uribe, do Toluca, já regularizado para enfrentar o São Paulo, nesta quarta. No entanto, o titular deve ser outro: Paolo Guerrero também está de volta e liberado pela CBF para defender as cores rubro-negras. O clube negocia com Vitinho, do CSKA Moscou, para suprir a saída de Vinicius Júnior.

Atlético Mineiro

Roger Guedes saiu do Atlético Mineiro (Foto: Pedro Souza / Atlético)

O Galo tem que encarar o restante do Brasileirão sem seu principal artilheiro. Róger Guedes, autor de nove gols no torneio, foi vendido para o Shandong Lunen, da China. Ele pertencia ao Palmeiras e estava emprestado para os mineiros. O elenco de Thiago Larghi, finalmente efetivado pela diretoria, ainda ficou sem o zagueiro Bremer, reforço do Torino depois de 18 jogos este ano, e Arouca, que, sem espaço, foi para o Vitória. Pelo menos vieram vários reforços, principalmente para o ataque. O maior nome é o de Yimmi Chará, do Junior de Barranquilla. Também chegaram os avançados Denílson, do Vitória, Edinho, do Fortaleza, e Leandrinho, do Napoli. O meio-campo foi encorpado com o uruguaio David Ternas, que estava no Danúbio, e o volante José Welison, do Vitória.

São Paulo

Cueva deixou o São Paulo (Foto: Divulgação)

O São Paulo soltou dois laterais: o esquerdo Júnior Tavares, emprestado para a Sampdoria, e o direito Bruno, para o Bahia. Nenhum deve deixar saudades ao torcedor até porque o Tricolor se reforçou bem na posição, com a chegada de Bruno Peres, da Roma. A estratégia de segurar Christian Cueva até a Copa do Mundo para vendê-lo em seguida funcionou. O Krasnodar chegou com uma proposta de aproximadamente € 8 milhões e levou o peruano de volta para a Rússia. O volante Petros foi para o Al Nassr, da Arábia Saudita. O equatoriano Joao Rojas, do Talleres, reforça o meio-campo de Diego Aguirre.

Internacional

Jonathan Álvez, atacante do Inter

Poucas movimentações. Sem espaço no Internacional, o venezuelano Seijas teve seu retorno ao Independiente Santa Fé confirmado. Eduardo Henrique foi para o Belenenses. O Colorado trouxe a promessa argentina Martín Sarrafiore, do Huracán, e o atacante Jonathan Álvez, que apareceu nas telinhas brasileiras defendendo o Barcelona do Equador na Libertadores do ano passado. Nesta temporada, foi para o Junior de Barranquilla, da Colômbia, e, sem se firmar, acertou com o Colorado. 

Grêmio

Marinho, do Grêmio

A grande contratação do Grêmio é a repatriação do atacante Marinho, que se destacou pelo Vitória e teve uma passagem pelo futebol chinês. Henrique Almeida juntou-se a Eduardo Henrique, do Internacional, no Belenenses. Depois de um empréstimo para o Rizespor, da Turquia, Lincoln voltou a treinar com o elenco de Renato Gaúcho. A grande perda era esperada, mas não deixa de ser dolorida: o meia Arthur já foi apresentado pelo Barcelona.

Palmeiras

Dudu ficou no Palmeiras (Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)

O Palmeiras vendeu bastante gente. O principal nome foi o atacante Keno para o Pyramids, do Egito, o melhor do setor ofensivo do Palmeiras, em 2018. O lateral direito João Pedro, que estava emprestado ao Bahia, seguiu para o Porto. O jovem Fernando, de 19 anos, foi negociado com o Shakhtar Donetsk, e o argentino Pablo Mouche, que ainda tem contrato com o Verdão, acabou emprestado para o San Lorenzo. O goleiro Daniel Fuzato foi para a Roma. Apesar das perdas, a diretoria alviverde conseguiu, por enquanto, segurar o atacante Dudu, que recebeu proposta da China. Acabou mandando Róger Guedes, que estava cedido ao Galo, no lugar do ex-capitão palmeirense. O elenco foi reforçado com Gustavo Scarpa, que conseguiu um habeas corpus para sair do Fluminense, e retornou ao time de Roger Machado. A revelação Vitinho foi reintegrada ao elenco, após uma passagem pela base do Barcelona. E o zagueiro argentino Nico Freire foi contratado do Zwolle, da Holanda.

Sport

Jean, reforço do Sport

Poucas mudanças no Leão. A única contratação foi a chegada do lateral esquerdo Jean, de 23 anos, que estava no Tubarão, de Santa Catarina, que disputou a quarta divisão. Três jogadores foram embora. O volante Fabrício foi emprestado para o Guarani, o zagueiro Oswaldo Henríquez Bocanegra acertou com o Vasco, e o lateral direito Felipe Rodrigues teve seu contrato rescindido.

Cruzeiro

Hernán Barcos, o Pirata, está de volta ao futebol brasileiro

Mano Menezes já estava sem Fred, machucado em 25 de março, e perdeu também o atacante Sassá, que passou por cirurgia no joelho. No entanto, recebeu duas boas notícias durante a Copa do Mundo. O Cruzeiro renovou o empréstimo do volante Lucas Silva, do Real Madrid, até junho do ano que vem. E contratou o atacante Hernán Barcos, que teve boa passagem no Brasil com a camisa do Palmeiras. O zagueiro Digão retornou para o Fluminense, e o lateral esquerdo Victor Luiz foi para o Londrina, ambos cedidos até o fim do ano. O jovem defensor Arthur, de 19 anos, transferiu-se para o Nacional, de Portugal. 

Botafogo

Marcos Paquetá substituiu Alberto Valentim

Houve poucas mudanças no elenco. O atacante Leandro Carvalho foi emprestado para o Ceará. No entanto, no banco de reserva houve uma alteração muito importante. Alberto Valentim aceitou proposta do Pyramids, do Egito, e deixou o cargo vago. Para o seu lugar, a diretoria alvinegra anunciou a contratação do experiente Marcos Paquetá, com vasta carreira no exterior e que tinha contrato para treinar o Pune City, da Superliga Indiana.

Corinthians

Balbuena foi apresentado no West Ham

Primeiro, a boa notícia: não há mais o risco de Kazim jogar pelo Corinthians. O jogador turco foi para o Lobos BUAP, do México. Para reabastecer o ataque, veio Jonathas Jesus, que estava no Hannover, da Alemanha. O Timão também contratou o lateral esquerdo Danilo Avelar, depois da saída de Sidcley, para o Dínamo de Kiev. Maycon foi confirmado no Shakhtar Donetsk. Para o seu lugar, deve chegar Douglas, do Fluminense, que ficará, em negociação paralela, com o atacante corintiano Júnior Dutra. A grande perda foi o zagueiro Balbuena, que acertou com o West Ham.

Vasco 

Jorginho, técnico do Vasco

Além de Oswaldo Henríquez, o Vasco contratou outro estrangeiro. Trouxe o atacante argentino Maxi López, que estava na Udinese. Também se reforçou com o lateral direito Lenon, do Guarani. Três aquisições para o novo treinador Jorginho. No outro lado da porta, o volante Wellington e o zagueiro Erazo estão próximos de ir embora da Colina.

Fluminense

Marcelo Oliveira, novo técnico do Fluminense

O Fluminense começou o período de Copa do Mundo com a pior notícia possível: desgastado, Abel Braga pediu demissão. O clube anunciou Marcelo Oliveira para o seu lugar. Contratou o atacante Luciano, ex-Corinthians, que estava no Leganés, o zagueiro Digão, do Cruzeiro, e o atacante Júnior Dutra, do Timão. Gustavo Scarpa conseguiu um habeas corpus na Justiça e se reintegrou ao Palmeiras. Perdeu dois zagueiros: Luan Peres foi para o Club Brugge, da Bélgica, e Nathan Ribeiro acertou por empréstimo com o japonês Kashiwa Reysol.

América Mineiro

Ricardo Drubscky, novo técnico do América

O bom trabalho de Enderson Moreira no América Mineiro foi interrompido. Pelo próprio treinador, que aceitou proposta para treinar o Bahia. Para o seu lugar, a diretoria do Coelho anunciou Ricardo Drubscky, que ocupava o cargo de diretor de futebol. Entre os jogadores, o zagueiro Rafael Lima, de 32 anos, foi para o Coritiba. Outra grande perda pode acontecer com a possível saída de Serginho, que esteve muito próximo do Al Wahda, dos Emirados Árabes, mas pode parar no Kashima Antlers, cujo novo diretor de futebol é um ex-jogador brasileiro chamado Zico.

Chapecoense 

Apodi saiu da Chapecoense (Photo by Ricardo Nogueira/Getty Images)

A Chape teve baixas importantes no seu elenco. O lateral direito Apodi foi negociado com o Ohod, da Arábia Saudita, e o atacante Arthur juntou-se a Keno e Alberto Valentim no Pyramids, do Egito. Além disso, o meia Nadson retornou ao Paraná. Em reposição, chegou o meia Yann Rolim, que estava no Aalborg, da Dinamarca. Outro meio-campista, o argentino Augustín Doffo, que estava em testes na Arena Condá desde abril, teve seu contrato estendido até o fim do ano e foi apresentado oficialmente com a camisa 34. O goleiro Jandrei chegou a ficar próximo da Sampdoria, mas o negócio foi cancelado.

Santos

Bryan Ruiz, do Santos

O Santos foi às compras na Copa do Mundo: já anunciou os meias Bryan Ruíz, da Costa Rica, e o uruguaio Carlos Sánchez. Além disso, negocia com outros dois estrangeiros, segundo o presidente José Carlos Peres. São eles os atacantes Joaquín Ardaiz, revelado pelo Danubio e que estava no Antuérpia, da Bélgica, e Derlis González, do Dínamo de Kiev. O interesse do Torino por Lucas Veríssimo foi forte, mas o Santos conseguiu segurar o zagueiro. Na direção, William Machado pediu demissão do cargo de gerente de futebol.

Vitória

Walter Bou, do Vitória

Muitas chegadas e saídas. Começando pelas vendas. Uillian Correia e Jonatas Belusso foram emprestados ao Coritiba. O atacante Denilson e o meia José Welison foram para o Atlético Mineiro. Mas chegaram três argentinos: o atacante Walter Bou, do Boca Juniors, o lateral esquerdo Marcelo Benítez, do Defensia y Justicia, e o volante Marcelo Meli, do Racing. De Portugal, vieram dois atacantes: Erick, do Braga, e Bruno Gomes, do Estoril. Por fim, foram contratados o zagueiro Ruan Renato, do Áustria Viena, e o volante Arouca, que estava no Atlético Mineiro.

Bahia

Enderson Moreira, novo técnico do Bahia

Guto Ferreira foi demitido no começo de junho. O Bahia anunciou o substituto no começo da parada da Copa do Mundo: Enderson Moreira, ex-treinador do América Mineiro. Foi a principal mudança do clube. O zagueiro Lucas Becão foi emprestado ao CSKA Moscou, mas vieram dois reforços: o lateral direito Bruno, do São Paulo, e o atacante Gilberto, que estava na Turquia, depois de passar pelo clube do Morumbi.

Paraná

Rogério Micale, treinador do Paraná

O Paraná contratou dois meias. Trouxe Nadson, da Chapecoense, e Rodolfo, 26 anos, do Al-Fujairah, dos Emirados Árabes. O técnico Rogério Micale perdeu três peças, nenhuma muito importante. O mais utilizado era o zagueiro Neris, que foi para o Boavista. Ainda saíram o lateral direito Alemão e o atacante Diego Gonçalves, artilheiro do clube no ano com quatro gols, mas que não vinha sendo aproveitado. Os três pediram para deixar o clube. Alemão e Gonçalves estavam emprestados pelo Internacional. 

Atlético Paranaense

Fernando Diniz foi demitido do Furacão

Com nove derrotas em onze jogos, a única surpresa é que Fernando Diniz durou tanto tempo à frente do Atlético Paranaense. Foi demitido no meio da Copa do Mundo, apesar de Mario Celso Petraglia ter dito algumas vezes que não mandaria o treinador embora de jeito nenhum. A pressão para mandar o técnico embora fez com que Petraglia publicasse uma carta anunciando que estava se afastando do futebol do clube, mas, como isso funcionará exatamente ainda está nebuloso. Tiago Nunes subiu da equipe de aspirantes e comanda o Furacão interinamente. Marcelo Cirino está de volta ao clube, assim como o atacante Crysan, que estava na Bélgica. O meia-atacante Bruno Nazário foi emprestado pelo Hoffenheim. Os paranaenses também negociam com o volante Wellington, do Vasco. Douglas Coutinho foi devolvido pelo Ceará e repassado para o Fortaleza. Esteban Pavez voltou para o Colo-Colo. Ribamar foi mais um a acreditar no projeto do Pyramids, do Egito e também foi embora. O jovem lateral direito Gustavo Cascardo foi cedido para o Vitória de Setúbal.

Ceará

Jown Cardona, do Ceará

O Ceará confirmou a contratação do colombiano Jown Cardona, do Deportivo Cali, que já treinava com o clube há algumas semanas, e o Botafogo devolveu Leandro Carvalho. Também veio o meia-atacante Calyson, do Brasil de Pelotas. Outro reforço foi o zagueiro Eduardo Brock, do Goiás. O zagueiro Bruno Pires teve o contrato rescindido com o clube do técnico Lisca, e o volante Naldo saiu para o Al-Fayha, da Arábia Saudita.