O Corinthians perdeu para o Tigres por 2 a 0, nesta quinta, pela Libertadores. O resultado negativo deixa o técnico Antonio Lopes sob uma pressão ainda maior, com o risco cada vez maior de perder o emprego. Foi a primeira derrota de um time brasileiro nesta edição do torneio. Nas outras partidas do dia, o Independiente Santa Fé derrotou o Estudiantes por 3 a 1, enquanto o Nacional empatou pr 0 a 0 em casa contra o Maracaibo.

No México, o Corinthians entrou em campo com uma postura defensiva. O treinador optou por escalar três zagueiros e colocou Marcelo Mattos improvisado na lateral-direita. Preocupado em não levar gols, o time alvinegro levou pouco perigo à meta defendida por Hernández. O Tigres, apesar de melhor em campo, encontrou dificuldades para furar a retranca montada por Lopes.

A situação corintiana piorou no início da segunda etapa. Lopes tirou Roger, um dos melhores da equipe na partida, para a entrada de Carlos Alberto. Marcelo Mattos foi expulso aos cinco minutos, depois de uma entrada dura em cima de De Nigris.

Dois minutos depois, o Tigres abriu o placar. Martinez cruzou, a bola desviou em Wendel e foi para as redes. Com um a menos e atrás no placar, o Corinthians sofreu outro duro golpe: Tevez foi obrigado a deixar o gramado após sofrer uma lesão no joelho.

A equipe mexicana ampliou aos 43. Peralta tocou na saída de Peralta e marcou o segundo do Tigres, que assumiu a liderança provisória do grupo 4 com seis pontos. O Corinthians é o terceiro, com quatro.