Episódios de racismo no futebol, embora aconteçam com mais frequência em alguns países, infelizmente não são endêmicos. Neste final de semana, o atacante Demba Ba acusou ter sido alvo de discriminação durante jogo pelo Campeonato Chinês. O centroavante, atualmente defendendo o Shanghai Shenhua, ouviu as ofensas durante o empate por 1 a 1 com o Changchun Yatai. Os ataques teriam vindo de Zhang Li, jogador dos adversários.

Demba Ba havia feito uma falta em outro adversário, quando Li o encarou pela primeira vez. A infração foi cobrada e o lance seguiu, mas a partida precisou ser paralisada porque o centroavante pegava o adversário pelo colarinho da camisa, no meio do campo. A reação explicita bastante a revolta do atacante, acusando o camisa 27 de fazer comentários pejorativos sobre a cor de sua pele. O veterano foi contido pelos companheiros e o nigeriano Odion Ighalo, jogador do Yatai, passou alguns minutos conversando com o senegalês. Li recebeu apenas o cartão amarelo.

Técnico do Shenhua, Wu Jingui comentou o episódio: “Eu percebi que o jogador do Yatai usou linguagem ofensiva contra Ba. Nosso campeonato tem jogadores de diferentes cores de pele. Devemos respeitar nossos oponentes. Não posso ficar calmo agora. Sinto muito pela falta de respeito com um jogador”. O clube, por sua vez, postou um comunicado cobrando uma postura mais incisiva da federação chinesa – que ainda não se manifestou sobre o caso.