A liga mal passou de sua metade. Ainda assim, Ángel Di María já marcou mais gols em seus primeiros meses no Paris Saint-Germain do que em qualquer temporada completa por outro clube. Somando as quatro competições que disputa, o argentino estufou as redes 12 vezes. Superou nesta quarta os 11 tentos de 2013/14, quando foi um dos principais responsáveis por levar o Real Madrid ao título da Liga dos Campeões. E isso mantendo bons números em sua especialidade, servir os companheiros. O meia soma nove assistências na Ligue 1, atrás apenas de Mesut Özil entre as cinco grandes ligas europeias – empatado com Neymar, Kevin de Bruyne e Henrikh Mkhitaryan.

E se no final de semana Di María já havia roubado as atenções com dois golaços, voltou a repetir a dose nesta quarta. O camisa 11 abrilhantou a vitória por 2 a 0 sobre o Toulouse, pela Copa da Liga Francesa. Arrancou em diagonal e, depois de abrir um clarão na cabeça de área dos adversários, soltou a bomba de fora da área, acertando o ângulo. O nível do futebol francês pode não ser dos melhores. Mas, pela maneira como vem destoando, o nível do futebol do argentino voltou ao seu ápice.