O Milan nem pensava em títulos para esta temporada, mas mesmo assim ela está sendo decepcionante para a equipe: sexto lugar sem muita graça no Campeonato Italiano, queda na Liga Europa, as complicações cada vez maiores envolvendo o proprietário chinês Li Yonghong, só tendo a perspectiva da final da Copa da Itália para obter uma conquista. A troca de técnico no meio da temporada é uma mostra desses problemas persistentes. Seja como for, Gennaro Gattuso recebeu um importante voto de confiança, com a renovação do contrato até 2021.

Mesmo com o trabalho ainda cambaleante, “Rino” valorizou a confiança da diretoria nas figuras do diretor geral Marco Fassone e do diretor esportivo Massimiliano Mirabelli: “Sem eles, eu não estaria aqui. Recebi a oportunidade há quatro meses, e devo dizer que estou feliz por treinar um clube glorioso como o Milan”.

E até mesmo nos agradecimentos ao grupo de jogadores, Gattuso indicou saber que há coisas a fazer, ainda: “Quero agradecer aos jogadores que se mostraram à minha disposição. Realmente espero ter tudo certo para poder devolver o clube aonde ele se acostumou em estar”. Pois bem: se entrou no meio do caminho, o ex-volante terá uma temporada inteira à disposição. Começar ainda alcançando a vaga na Liga dos Campeões já será um bom augúrio.