“Ele tem capacidade”, disse Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, quando foi perguntado sobre o voto em Coronel Nunes para presidente da CBF. Na época, os times paulistas, covardemente, se esconderam atrás de uma manobra política de Marco Polo Del Nero para colocar um vice de futebol mais velho do que todos para, enfim, poder se licenciar do cargo e deixar um aliado na presidência. Nesta segunda-feira, Coronel Nunes, questionado sobre a situação da seleção brasileira, deu uma resposta que poderia ser piada, mas infelizmente não é.

LEIA TAMBÉM: Torcida única em SP é um escárnio e um atestado de incompetência para lidar com o problema

O atual presidente da CBF mostrou-se enrolado, não pareceu ter a menor ideia do que estava falando. Não conseguiu comentar direito o que estava sendo perguntado. Perguntou-se sobre a situação vexatória do Brasil, fora do grupo de quatro classificados para a Copa do Mundo neste momento, sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. O dirigente, um homem da velha guarda do nosso futebol, parece não ter o menos apreço por futebol, pelo que acontece.

A Seleção tem muitos problemas em campo e falamos disso aqui. Dunga faz um trabalho muito questionável, com um time cheio de problemas. Este é um ponto importante, mas não é o único que explica tudo que acontece na Seleção. Porque, no fim, a situação da entidade que comanda o futebol brasileiro tem a ver também com a incompetência de quem ocupa os postos de dirigentes. Tem a ver com Gilmar Rinaldi, em entrevista ao Fox Sports, também na noite desta segunda, quando perguntado se viu o jogo entre Palmeiras e Corinthians. “Sinceramente, fui pescar”. Pois é.

A entrevista foi dada a partir de uma pergunta da repórter do canal Esporte Interativo, em um evento que o presidente da CBF participou. A resposta de Coronel Nunes é uma vergonha. Ele é a pessoa que comanda a CBF, a entidade que deveria, mais do que tudo, zelar pelo futebol brasileiro. Um futebol que ele parece alheio. Dunga é um problema, mas o que está acima dele é ainda mais grave. E a entrevista dada pelo Coronel mostra que a nossa situação não melhorou nada desde o 7 a 1. Em campo, nossa Seleção é uma vergonha. Fora dele, quando falamos da CBF, é pior ainda.

Presidente em exercício da Confederação Brasileira de Futebol, coronel Antônio Nunes falou sobre o momento da seleção brasileira. O que você achou da declaração?

Posted by Esporte Interativo on Monday, April 4, 2016