Aproveitando o ensejo da expulsão de Fuller por agredir um companheiro e do jogador expulso com três segundos de partida, o site Goal.com levantou dez cartões vermelhos que entraram para a história. Outras lembranças nos comentários do blog serão muito bem vindas.

1) Zinedine Zidane, França x Itália, 2006

A cabeçada em Materazzi entrou para a história como o último ato da brilhante carreira do francês, em uma final de Copa do Mundo.

2) Paolo Di Canio, Sheffield Wednesday x Arsenal, 1998

Expulso por se envolver em uma confusão dentro de campo, o atacante italiano não se conteve e empurrou o juiz Paul Alcock, o que lhe valeu uma suspensão de onze jogos.

3) Antonio Rattin, Argentina x Inglaterra, 1966

Uma das mais controversas expulsões em Mundiais. Rattin foi expulso por reclamação pelo árbitro alemão Rudolf Kreitlein – que não teria entendido o que ele havia dito em espanhol. O jogador argentino ficou tão revoltado que levou vários minutos para deixar o campo.

4) David Beckham, Real Madrid x Murcia, 2004

No final de sua primeira temporada na Espanha, Becks mostra que já estava familiarizado com o idioma – a ponto de chamar o árbitro de “hijo de puta”.

5) Frank Rijkaard, Holanda x Alemanha, 1990

A rivalidade entre holandeses e alemães se manifestou da pior forma: com uma cusparada de Rijkaard em Rudi Völler.

6) Benjamin Massing, Camarões x Argentina, 1990

O camaronês atingiu Caniggia com uma entrada criminosa e até perdeu a chuteira. Foi um de seus últimos passos rumo ao anonimato.

7) Oliver Kahn, Bayern de Munique x Hansa Rostock, 2001

Kahn foi para a área adversária tentar marcar um gol no final, com o Bayern perdendo por 3 a 2. Marcou, mas com a mão. Enquanto voltava para seu campo, levou o cartão vermelho.

8) Diego Maradona, Argentina x Brasil, 1982

Dieguito apresentou as travas de sua chuteira para o brasileiro Batista.

9) Dean Windass, Aberdeen x Dundee United, 1997

Windass conseguiu ver três cartões vermelhos no mesmo jogo. O primeiro por levar o segundo amarelo. O segundo, por xingar o juiz. O terceiro, por chutar a bandeirinha de escanteio na saída do campo. O resultado foi uma suspensão de seis partidas.

10) Kieron Dyer e Lee Bowyer, Newcastle x Aston Villa, 2005

O caso Fuller parece brincadeira de criança se comparado à briga entre os dois jogadores do Newcastle, que trocaram socos e foram expulsos na derrota por 3 a 0. Cada um cumpriu três jogos.