Bahrein deverá aguardar as eliminatórias de 2010 se quiser participar de sua primeira Copa do Mundo. A Fifa rejeitou nesta segunda o pedido feito pelo país na semana passada para anular a partida contra Trinidad e Tobago, que valeu a classificação dos Soca Warriors para o Mundial da Alemanha.

Os barenitas reclamavam por um gol anulado pelo juiz Oscar Julian Ruiz Acosta no final do segundo tempo do duelo em Manama. No lance, o árbitro deu jogo perigoso e invalidou o lance. Bahrein perdeu por 1 a 0 e, como a partida de ida terminou empatada por 1 a 1, os trinitários ficaram com a vaga.

De acordo com um porta-voz da Fifa, a federação barenita foi informada de que o protesto não foi entregue dentro do prazo estabelecido pela entidade.