O Heart of Midlothian, mais conhecido como Hearts, é um dos times mais tradicionais da Escócia. Fundado em 1874, ganhou o Campeonato Escocês quatro vezes, mas a última conquista aconteceu há 45 anos. Nas últimas temporadas, o clube de Edimburgo começou a enfrentar problemas financeiros cada vez mais sérios e já se começava a temer por sua existência.

Mas foi aí que apareceu o lituano Vladimir Romanov, que comprou o clube escocês no início de 2005, quitou as dívidas e ainda investiu dinheiro suficiente para deixar a equipe em condições de fazer frente às potências do futebol da Escócia (Rangers e Celtic). Um verdadeiro Roman Abramovich, obviamente em menor escala. Atualmente, o clube briga pelo título, mas os desmandos do próprio Romanov (que levaram à demissão do técnico, do chefe-executivo e do presidente do clube) podem ameaçar a conquista.

Início vitorioso

Como já foi citado, o Hearts surgiu em 1874, e seus primeiros anos foram excelentes. Único clube do leste da Escócia a fazer parte dos membros fundadores da Liga Escocesa de Futebol, o time foi bicampeão do escocês e ganhou quatro vezes a Copa da Escócia, entre os anos de 1895 e 1906. Essa época revelou grandes jogadores que entraram para a história do clube, como Bobby Walker.

Com a chegada da I Guerra Mundial, a fama do Hearts aumentou. Contudo, essa notoriedade foi conseguida fora dos gramados, pelos funcionários do clube que se alistaram para a guerra. O gesto foi seguido por milhares de escoceses, inclusive pelos próprios jogadores do time, tanto é que sete morreram na guerra e muito dos atletas sobreviventes não conseguiram voltar a jogar, traumatizados pelos horrores do conflito. O esforço heróico desses jogadores e funcionários é lembrado com muito orgulho, em um memorial de guerra construído pelo Hearts.

Conquistas e tempos difíceis

Do fim da I Guerra até os anos 50, o Hearts passou por uma fase complicada. Mas os títulos voltariam a aparecer a partir da segunda metade da década de 50. Entre os anos de 1955 e 1963, os Jambos conquistaram o Campeonato Escocês duas vezes, a Copa da Liga Escocesa quatro vezes e a Copa da Escócia uma vez. Foi também nesse período que apareceram outros grandes jogadores que fazem parte da memória do clube, como Willie Bauld e Dave Mackay.

Depois desses anos vitoriosos, o Hearts passou por um dos piores momentos de sua história, tendo que jogar na segunda divisão durante parte das décadas de 70 e 80.

Depois disso, o clube só ganharia mais um título, em 1998, quando conquistou a Copa da Escócia, surpreendendo o Rangers na final por 2 a 1. Nessa época, o técnico era Jim Jefferies, ex-jogador do clube.

A ‘era Romanov’

Em fevereiro de 2005, o milionário lituano Vladimir Romanov comprou o Heart of Midlothian e investiu pesado no clube, com o objetivo de desafiar os gigantes de Glasgow e conquistar títulos. Como já foi destacado, Romanov cometeu uma série de falhas (que coincidentemente começaram quando o lituano aumentou sua participação acionária no clube para mais de 50%) que podem atrapalhar a tão sonhada conquista do título.

Atualmente, o milionário lituano é presidente do clube e o seu filho cuida da gerência do futebol. Dinheiro o Hearts tem de sobra, para os padrões do futebol da Escócia. Agora organização e competência para ser campeão, isso é outra história…