Você já deve ter visto uma promoção ou outra presenteando torcedores com ingressos. O Hertha Berlim resolveu entrar na onda e premiar um torcedor. Mas de um jeito marcante, o mais eternizado possível – e literalmente falando. Os alemães oferecerão a um felizardo uma tatuagem. O desenho estilizado traz o mapa de Berlim, a imagem do Estádio Olímpico e a bandeira do Hertha. O passe livre, no entanto, estará em outra bandeirinha ao lado: um código QR, que servirá como carnê de temporada ao ganhador – por todas as temporadas da vida, enquanto ele se dispuser a frequentar as arquibancadas. Ou seja, a tattoo será um ingresso vitalício. O direito à cadeira cativa estará gravado na pele.

“O candidato escolhido ganhará mais do que uma peça de arte singular, porque também estará tatuado um código. E esse código leva diretamente à felicidade! É um bilhete para todos os jogos da Bundesliga como mandante em Berlim – o carnê de temporada da sua vida!”, escreve o clube. O vencedor, todavia, não será apenas sorteado. Os interessados precisarão enviar uma carta, um vídeo ou o que for dizendo por que merece ter os portões abertos por todos os dias de sua vida. E será bacana acompanhar estes relatos, considerando o passado único do Hertha em meio à Berlim dividida.

A promoção suscita outras questões a se pensar. Para evitar a “falsificação” da tatuagem, o código não foi exibido no vídeo promocional. E fica a dúvida sobre como farão quando, um dia, a tecnologia tiver mudado. Até lá, muito provavelmente, o ganhador sequer precisará mostrar o braço, figura conhecida pelos funcionários do clube. Além disso, o Estádio Olímpico deve ficar como uma memória dentro de alguns anos. O Hertha planeja inaugurar um novo estádio em 2025, permitindo ao vencedor também carregar um símbolo da tradição e da história do clube – mas, logicamente, frequentando a nova arena.