A Internazionale deu um susto na torcida, mas conseguiu virar o placar em cima do Villarreal, no jogo de ida das quartas-de-final da Liga dos Campeões. A vitória por 2 a 1 deixa a equipe nerazzurra com uma pequena vantagem para o jogo de volta, na Espanha, na próxima semana. Na outra partida do dia, Lyon e Milan empataram sem gols na França.

O confronto em San Siro começou em alta velocidade. O Villarreal saiu na frente com menos de um minuto. José Mari chutou, Toldo rebateu e Forlán só empurrou para as redes. Logo em seguida quase a Inter empatou com Adriano. Porém, o ‘Imperador’ não perdeu a chance aos sete. Stankovic tocou, a zaga falhou e o brasileiro girou para marcar.

A Inter explorou principalmente as jogadas pela direita, com Javier Zanetti. Os nerazzurri confundiram a marcação da equipe espanhola com constantes viradas de jogo. Porém, o Villarreal assustou em um chute de Forlán, mas os donos da casa chegaram com maior freqüência. Adriano, bastante acionado no primeiro tempo, teve boas oportunidades.

Depois do intervalo, a Inter virou o placar aos nove. Em jogada de Stankovic, Martins aproveitou para tocar para as redes. Apesar do domínio dos anfitriões, o Villarreal assustou aos 17. Riquelme acertou uma cobrança de falta na trave.

O jogo baixou um pouco o ritmo a partir de então. A Inter quase ampliou novamente com Martins, em uma cabeçada defendida por Viera. Para os torcedores da equipe de Milão, além do triunfo de virada, a boa atuação de Adriano foi outro motivo para comemorações. Porém, se o Submarino Amarelo ganhar por 1 a 0, estará garantido nas semifinais.

Lyon x Milan

Mesmo jogando fora de casa, o Milan levou perigo primeiro, com um chute forte de Shevchenko defendido por Coupet aos 14. Aos poucos, o Lyon equilibrou o jogo, com a defesa cortando os passes em direção ao ucraniano. Porém, mesmo com a bola nos pés por mais tempo, o time da casa não chegou a ameaçar Dida.

O lance mais perigoso foi uma falta cobrada por Pedretti aos 26 minutos. Ninguém tocou na bola e Dida desviou para escanteio. Shevchenko teve outra chance no finalzinho, mas novamente Coupet defendeu. O ataque rossonero teve dificuldades para vencer a marcação dos rivais.

Na segunda etapa, os lioneses aproveitaram um erro da defesa para quase marcar, mas o chute de Tiago acabou desviado. O Lyon conseguiu chegar com certa facilidade à intermediária, mas não soube o que fazer com a bola. O Milan se limitou a esfriar o jogo e arriscar alguns contra-ataques.

Restou ao Lyon tentar superar Dida com chutes de fora da área. No melhor deles, o goleiro colocou para escanteio uma batida de Tiago. O meia português recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora do jogo em Milão.

Confira como foram os jogos de ida das quartas-de-final da LC:

Terça, 28/março
Arsenal 2×0 Juventus
Benfica 0x0 Barcelona

Quarta, 29/março
Lyon 0x0 Milan
Internazionale 2×1 Villarreal