Luis Enrique é conhecido por algumas atividades pouco usuais com seus atletas. Quando dirigia o Barcelona, por exemplo, chegou a levar o elenco para andar de kart em um dia de descontração. Já em seu primeiro período à frente da seleção espanhola, não deixou de inovar. O comandante foi com os seus atletas para um “escape room”: uma espécie de gincana em que, formando pequenos grupos, os participantes precisam utilizar habilidades físicas e mentais para fugir de um cômodo ou vários. Maneira também de trabalhar a união do plantel antes da estreia da Roja na Liga das Nações.

Durante a tarde desta quarta, várias vans saíram do centro de treinamentos de Las Rosas para o “escape room”, localizado no centro de Madri. Foi o primeiro dia em que os atletas deixaram a concentração desde a apresentação, na segunda-feira. Então, puderam participar da brincadeira. Segundo o Marca, são três os jogos existentes no local: Madrid Central Bank, Prision Break e Asesino del Zodiaco. Os jogadores tinham um tempo estimado para superar provas e revelar pistas, até saírem dos locais onde estavam enclausurados. Cada “escape room” possui seu próprio enredo, seja envolvendo um serial killer, um presidiário ou um ladrão de banco. Um monitor acompanha a aventura e vai auxiliando os participantes.

Nas redes sociais, alguns jogadores postaram imagens mostrando que curtiram a iniciativa de Luis Enrique para quebrar a rotina. É ver qual será a influência da novidade em campo, depois da decepção que aconteceu na Copa do Mundo. A Espanha encara a Inglaterra neste sábado, pela Liga das Nações, em Wembley. Já na terça-feira, volta a campo para receber a Croácia em Elche, também pelo novo torneio da Uefa.