A Itália fará nesta próxima Data Fifa os seus primeiros jogos competitivos desde a queda na repescagem para a Copa do Mundo de 2018. Os azzurri estreiam na Liga das Nações em 7 de setembro, recebendo a Polônia em Bologna, enquanto três dias depois visitam Lisboa para encarar Portugal. E, apesar da ocasião, Roberto Mancini continuará sua série de observações à frente do time. Neste sábado, anunciou uma inchada convocação com 31 jogadores para os treinamentos.

A espinha dorsal desta nova era da Itália está mantida. A grande notícia está no retorno de Giorgio Chiellini, atual dono da braçadeira de capitão, que ganhou um descanso nos amistosos anteriores. No mais, várias figurinhas carimbadas como Leonardo Bonucci, Jorginho, Ciro Immobile e Mario Balotelli. Exceção feita aos dois zagueiros da Juventus, nenhum atleta da equipe supera os 35 jogos disputados com a azzurra. Além disso, oito nunca entraram em campo com a equipe nacional. A renovação mais evidente acontece no meio-campo, com diversos jogadores que ainda se afirmam em suas trajetórias profissionais.

São cinco jogadores convocados pela primeira vez, todos abaixo dos 26 anos: o goleiro Alessio Cragno, do Cagliari; os laterais Manuel Lazzari, da Spal, e Cristiano Biraghi, da Fiorentina; o meia Nicolò Zaniolo, da Roma; e o atacante Pietro Pellegri, do Monaco. Além destes, Emerson Palmieri, Nicolò Barella e Marco Benassi nunca jogaram pela equipe nacional. O caso mais curioso é o de Zaniolo, que sequer atuou pela Serie A, mas chega com moral das seleções de base.

Abaixo, a lista de convocados:

Goleiros: Alessio Cragno (Cagliari), Gianluigi Donnarumma (Milan), Mattia Perin (Juventus), Salvatore Sirigu (Torino);

Defensores: Cristiano Biraghi (Fiorentina), Leonardo Bonucci (Juventus), Mattia Caldara (Milan), Giorgio Chiellini (Juventus), Domenico Criscito (Genoa), Emerson Palmieri (Chelsea), Manuel Lazzari (Spal), Alessio Romagnoli (Milan), Daniele Rugani (Juventus), Davide Zappacosta (Chelsea);

Meio-campistas: Nicolò Barella (Cagliari), Marco Benassi (Fiorentina), Bryan Cristante (Roma), Roberto Gagliardini (Inter), Jorginho (Chelsea), Lorenzo Pellegrini (Roma), Nicolò Zaniolo (Roma);

Atacantes: Mario Balotelli (Nice), Andrea Belotti (Torino), Domenico Berardi (Sassuolo), Federico Bernardeschi (Juventus), Giacomo Bonaventura (Milan), Federico Chiesa (Fiorentina), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli), Pietro Pellegri (Monaco), Simone Zaza (Torino).