A Vila Belmiro se encheu, torceu e comemorou. Nesta quinta, Santos e Corinthians fizeram o primeiro jogo da final do Campeonato Brasileiro Feminino. E o ótimo público nas arquibancadas (levando o clube até a fechar os portões, para evitar a superlotação, por conta da entrada gratuita) saiu contente com o que viu, diante da vitória santista por 2 a 0. As Sereias aproveitaram o calor da torcida para se impor sobre as corintianas logo no primeiro tempo. Constroem uma excelente vantagem para buscar o título inédito.

Embora o Corinthians tenha começado bem, o Santos não demorou a abrir o placar. Aos 15 minutos, Sole Jaimes colocou as anfitriãs em vantagem. A argentina aproveitou uma bobeira imensa da defesa corintiana: primeiro, a atacante pressionou Grazi, antes que a goleira Lelê deixasse a bola passar em uma falha gritante. Assim, com o caminho livre, ficou fácil marcar. E as santistas não demoraram a ampliar, cinco minutos depois. Em outro erro das adversárias, Patrícia Sochor dominou a bola sozinha na área. Mas também teve muitos méritos na jogada, ao dar um toque de extrema categoria para encobrir Lelê. Gol de placa.

Os cerca de 15 mil presentes na Vila Belmiro (maior público do estádio no ano) cresciam junto com o time. O Corinthians tentou recobrar o prejuízo, ameaçando principalmente nas bolas paradas. Ainda assim, o Santos era mais consistente, criando algumas boas chances que quase renderam o terceiro tento. Na volta do intervalo, as Sereias passaram a administrar a situação, mas seguiam superiores, diante das oscilações das corintianas. Patrícia Sochor, principalmente, protagonizava a equipe da casa. O Corinthians fez pouco, para quem precisava reagir a tamanha desvantagem. E o excesso de bolas na área durante os minutos finais pouco adiantou.

Pela diferença construída no placar e pela maneira como atuou, o Santos reforça bastante seu favoritismo. É a chance de uma conquista inédita a uma das equipes femininas mais condecoradas do Brasil. Ao Corinthians, dono da melhor campanha na fase de classificação, resta dar a volta por cima diante da sua torcida. O segundo jogo acontece na próxima quinta, na Arena Barueri. Quem sabe, com um público tão bom quanto o visto na Vila Belmiro.