Pelo menos um título o Real Madrid já conquistou nesta temporada. Segundo um estudo realizado pela consultoria Deloitte divulgado nesta quinta, o clube merengue ultrapassou o Manchester United e se tornou o clube mais rico do mundo.

Em 2004/5, o clube espanhol arrecadou chr(128) 275,7 milhões, uma alta de 17% em relação ao período anterior. Por outro lado, o então líder Manchester United, com cerca de chr(128) 254 milhões no último ano, caiu para chr(128) 246,4 milhões e ficou em segundo.

“Embora a estratégia de Florentino Perez de contratar jogadores de nível internacional não tenha dado muitos resultados dentro de campo, a presença destes atletas facilitou a transformação do desempenho financeiro do clube”, afirma o relatório.

De acordo com Dan Jones, sócio da Deloitte, o crescimento do Real Madrid ocorreu de forma diferente da comum. “O fato de que o clube ocupe a primeira posição representa a incrível transformação na capacidade de gerar faturamento, que dobrou nas últimas cinco temporadas graças ao setor comercial. O crescimento dos outros clubes se deve aos direitos de televisão e vendas de ingressos. O Real Madrid rompeu este molde”, opinou.

Confia a lista dos 20 clubes mais ricos do mundo (entre parênteses, a posição que ocupavam no ranking anterior):

1. (2) Real Madrid – chr(128) 275,7 milhões
2. (1) Manchester United – 246,4
3. (3) Milan – 234,0
4. (5) Juventus – 229,4
5. (4) Chelsea – 220,8
6. (7) Barcelona – 207,9
7. (9) Bayern de Munique – 189,5
8. (10) Liverpool – 181,2
9. (8) Internazionale – 177,2
10. (6) Arsenal – 171,3
11. (12) Roma – 131,8
12. (11) Newcastle United – 128,9
13. (14) Tottenham – 104,5
14. (17) Schalke 04 – 97,4
15. (-) Lyon – 92,9
16. (13) Celtic – 92,7
17. (16) Manchester City – 90,1
18. (-) Everton – 88,8
19. (-) Valencia – 84,6
20. (15) Lazio – 83,1