Quem vê a escalação de hoje do Real Madrid estranha a ausência dos chamados “galácticos”. A longa lista de desfalques mudou a cara da equipe, mas o clube merengue tem dado conta do recado em seus últimos duelos. Hoje, contra o Zaragoza, pela 10ª rodada do Espanhol, o time de Vanderlei Luxemburgo foi superior o tempo todo e conquistou mais uma vitória. Sem dúvida uma injeção extra de ânimo para o duelo da próxima semana contra o Barcelona.

Marcado pelas contusões que causaram desfalques importantes no elenco, o Real Madrid sofreu mais uma baixa. Woodgate saiu de campo aos 23 minutos, sentindo dores musculares na perna esquerda. O zagueiro cedeu seu lugar para Mejía.

Apesar das limitações no setor de criação, o Real teve uma certa liberdade para errar. O Zaragoza praticamente não atacou até o início do segundo tempo. O primeiro tempo correu sem grandes feitos, com o time da casa tentando se acertar.

Na segunda etapa, a situação melhorou para a equipe branca. Robinho recebeu lançamento de Guti e foi derrubado dentro da área. Ele mesmo cobrou, mas o chute parou nas mãos de César. Mesmo com a perda da chance de abrir o placar, o Real não desanimou. Robinho novamente sofreu falta dentro da área aos 33. Porém, desta vez, a cobrança coube a Roberto Carlos, que não errou.

Na chance mais perigosa do Zaragoza, Casillas apareceu muito bem ao defender o chute de Movilla no final da partida. Com a vitória, o Real Madrid chega a 21 pontos e assume a vice-liderança provisória do Espanhol. O Zaragoza continua na parte de baixo da tabela, em 16º, com 10.