Arjen Robben trocou o Real Madrid pelo Bayern de Munique em 2009, contratado por € 25 milhões. O holandês surgiu como um prodígio no Groningen, em 2001, e logo foi para o PSV, em 2002. O Chelsea o levou à Inglaterra em 2004 e o Real Madrid o contratou em 2007. Trocar os merengues pelos bávaros foi, na opinião do holandês, a melhor decisão da sua carreira.

LEIA TAMBÉM: Podcast Trivela #184: Guia da Bundesliga 2018/19

Hoje isso parece fácil. Trocar o Real Madrid pelo Bayern é uma decisão tranquila porque são dois dos maiores clubes da Europa. Na época, não era assim. O Bayern era gigante, é claro, mas vivia uma fase ruim. Um ano antes, tinha caído para o Zenit na Copa da Uefa em um placar agregado de 5 a 1. O clube não era o campeão alemão, já que o Wolfsburg tinha destronado os bávaros. Por tudo isso, Robben tinha dúvidas sobre se transferir.

Passados nove anos, Robben se tornou um dos principais jogadores da Europa e colecionou títulos pelo Bayern: sete vezes campeão da Bundesliga, quatro vezes campeão da Copa da Alemanha, uma Champions League e um Mundial de Clubes. Na conquista da Champions League, em 2013, Robben foi um dos protagonistas, marcando o gol da vitória, depois de já ter participado de duas finais sem conquistar o título, em 2009/10 e 2011/12.

Robben fará a sua décima temporada pelo Bayern e foi perguntado se esperava ficar tanto tempo em Munique. “Não, acho que não. Mas, de novo, sim. Eu sou sempre realista, e eu sei que o mundo do futebol muda rápido, poderia ter sido diferente. Depois da minha estreia como profissional no Groningen, eu estive em Eindhoven por dois anos. Foi um grande passo para mim na Holanda: sair de casa aos 18 anos. Quando eu saí do país, eu tinha 20 anos, três anos no Chelsea, um grande clube. Depois, dois anos no Real Madrid. Então o Bayern se aproximou de mim e eu tomei a decisão. No começo, eu estava cético, eu não sabia se era a decisão certa. Mas agora eu posso dizer que foi a melhor decisão da minha carreira”, afirmou o jogador.

Perguntado sobre a Bundesliga e a sua comparação com outras ligas europeias, ele defendeu o Campeonato Alemão. “A Bundesliga ainda é uma das melhores ligas, se você me perguntar. Você pode ver durante a pré-temporada, houve muitos amistosos contra times italianos e espanhóis e os times da Bundesliga venceram. É claro que as pessoas sempre dizem que a Inglaterra e a Espanha têm as duas melhores ligas, mas eu acho que a Bundesliga ainda é forte. É interessante assistir, o número de torcedores é excepcional. É uma liga interessante e nós temos que ir a todo vapor para conquistarmos o título. Não é tão fácil como muitas pessoas dizem que é. Vai ser outra luta nesta temporada”, analisou o atacante, que veste a camisa 10 do Bayern.

Por fim, Robben foi perguntado sobre o que ele gostaria de ler ao final da temporada. Ele respondeu rindo. “É uma boa pergunta. Foi uma excelente temporada do Bayern. Eles ganharam tudo que havia para ganhar. Eles jogaram um futebol fora de série, venceram todo mundo”, respondeu o holandês, rindo.

Robben tem contrato até junho de 2019. Atualmente com 34 anos, Robben terminará a temporada com 35 (fará aniversário em janeiro) e como um jogador já histórico do Bayern. Resta a dúvida se ele continuará defendendo o time depois da atual temporada.