Ronaldo Nazário, o fenômeno, como era conhecido nos tempos de jogador, se tornou também dono de um clube. Ele comprou 51% das ações do Real Valladolid, clube da primeira divisão espanhola, e investiu cerca de € 30 milhões. Ele se tornou presidente do conselho, enquanto o presidente continuará sendo Carlos Sánchez, a quem o brasileiro chamou de amigo. O clube fica em Valadoli, cidade a 190 quilômetros de Madri, e fica na mesma comunidade autônoma, Castelo e Leão. O brasileiro vive na Espanha há alguns anos.

LEIA TAMBÉM: Vinícius Júnior ao menos faz sua parte: Dois gols no “clássico” entre Castilla e Atleti B

“O Valladolid tem mais de 20 mil sócios e temos um grande grupo de profissionais em todos os níveis. E não fica por aqui. Queremos crescer até onde a nossa esperança nos permita. Vamos tentar ser o maior possível”, disse Ronaldo na sua apresentação. “Conte conosco para consolidar o Real Valladolid na primeira divisão e continuar a construir esperança. Com a união entre todos, estou convencido que será muito difícil nos vencer”.

“Nosso trabalho se baseia em competitividade, transparência, revolução e responsabilidade social, cada uma em sua medida vão definir nossa forma de nos comportarmos interna e externamente”, disse ainda Ronaldo. Em seu primeiro dia como presidente do conselho, Ronaldo falou sobre como acredita no potencial da cidade e do clube.

“É uma equipe e uma cidade incríveis, com muitas oportunidades e, sobretudo, um potencial tremendo. Tratarei de colocar todo meu conhecimento futebolístico à disposição dos nossos jogadores e fazer uma gestão eficaz para que o clube e a cidade tenham muito benefício”, afirmou Ronaldo. Ele foi questionado sobre a sua participação no dia a dia do clube. “Eu comprei o clube e agora vou sair de férias? Há muito trabalho a fazer e quero seguir de perto. Vou me dedicar o máximo possível”.

“Teremos um claro conteúdo social em todas as nossas ações porque não podemos esquecer dos nossos torcedores. Quero que todos formemos parte deste clube e convido toda cidade para que participe desse projeto. Os torcedores devem fazer parte do presente e do futuro do Valladolid. Quero que todos façamos parte desde clube e convido toda a cidade, toda a província para nos darem ideias, opiniões, críticas e esperanças”, disse ainda Ronaldo. “Os torcedores acompanharam a história desse clube e agora quero que formem parte do presente e o do futuro do Real Valladolid”.

Ronaldo conhecerá os escritórios do clube na tarde desta segunda-feira. Ainda não se sabe quando os jogadores conhecerão o clube. Certamente será um incentivo para os jogadores. O time volta a campo, já oficialmente sob a nova gestão, depois da data Fifa, no dia 16 de setembro, contra o Alavés, em casa.