Paul Scholes tem seu lugar na história do futebol inglês garantido. A idolatria em diferentes momentos vitoriosos do Manchester United o eterniza na memória de milhões de torcedores. Além disso, segue envolvido com o esporte depois de pendurar as chuteiras. Trabalha como comentarista na TV local e também é um dos proprietários do Salford City, que mira o acesso à Football League. Ainda assim, o veterano não consegue se afastar dos gramados. Prova disso veio neste sábado. Aos 43 anos, Scholes estreou pelo Royton Town, time amador que disputa o equivalente à 11ª divisão do Campeonato Inglês.

A participação de Scholes na Manchester Premier League é ocasional. O Royton Town tinha poucos jogadores disponíveis para a partida contra o Stockport Georgians e avisou os adversários que o pai de um de seus titulares jogaria. Mal sabiam eles quem era esse cara. O dono de 11 títulos na Premier League calçou as chuteiras e tentou ajudar seu time temporário. Entretanto, o Stockport pode falar com orgulho que venceu por 1 a 0 o adversário ilustre.

“Ficamos sem oito ou nove jogadores e Paul disse que ficava feliz em poder ajudar. É ótimo para a liga. Ele aumenta o nível ao seu redor e os adversários não querem parecer idiotas na frente dele. Normalmente esses jogos atraem 40 ou 50 pessoas, mas apareceu bem mais gente quando descobriram quem estava em campo”, declarou Mark Howard, técnico do Royton, em entrevista à BBC. Uma honra sem tamanho dividir o gramado com uma lenda e ainda vê-lo dando seu máximo por cada bola.