A Série D do Campeonato Brasileiro já tem seus grupos definidos. Diferente das últimas edições, desta vez a definição pôde ser feita de forma antecipada porque os participantes já estão definidos. Desde o ano passado a CBF determinou que os clubes classificados via estadual de 2016 já estariam garantidos em duas edições, a daquele ano e a deste. Os estaduais de 2017 valem vaga para a Série D de 2018, para dar tempo de planejamento aos clubes. A competição começa só no dia 21 de maio, mas tem curta duração. Em setembro já se saberá o campeão e este talvez seja o principal problema.

LEIA TAMBÉM: Clubes de Caio Júnior fazem homenagem conjunta no dia do seu aniversário

A edição de 2017 conta com o mesmo número do ano anterior, 68. Algumas camisas pesadas estão na disputa, que levará quatro clubes à Série C, mas continua com o problema de não oferecer muito calendário. São apenas quatro meses de disputa, aproximadamente o mesmo que os estaduais, que vão do fim de janeiro até meados de maio.

Os grupos são regionalizados para facilitar o deslocamento das equipes. A CBF banca os custos de taxa de arbitragem, passagem aérea, alimentação e hospedagem das delegações. A distribuição das vagas é feita respeitando os seguintes critérios: os quatro rebaixados da Série C; quatro vagas para a federação melhor colocada, três vagas para as federações que ocupam entre a segunda e a nona posição e duas vagas para as demais.

Os 68 clubes estão divididos em 17 grupos de quatro times. Avançam para a próxima fase todos os primeiros colocados e 15 dos melhore segundos colocados – ou seja, só dois segundos não avançam. Os 32 clubes sobreviventes nesta primeira fase se enfrentam em disputas eliminatórias em ida e volta. São cinco fases: 32-avos de final, oitavas de final, semifinal e final. Todos os semifinalistas sobem para a Série C.

O problema da Série D continua sendo a curta duração. A competição começa no dia 21 de maio e vai até 3 de setembro, quando acontece a final. Isso significa que a temporada destes clubes estará terminada, na melhor das hipóteses, no começo de setembro. Tem mais o mês todo de setembro, outubro, novembro e dezembro. É muito tempo sem jogo. Quase um semestre inteiro. É algo que precisa ser melhor trabalhado, talvez com uma fórmula com grupos maiores e mais jogos na primeira fase. Acabar tão cedo é muito ruim para os clubes.

Camisas pesadas

Potências regionais estão em busca da glória na competição. O Campinense, campeão da Copa do Nordeste em 2013, quer finalmente dar um salto em escala nacional. O América de Natal, que esteve na primeira divisão em 2007, foi rebaixado como o pior lanterna da história dos pontos corridos. Agora a responsabilidade é tentar voltar a figurar na terceira divisão nacional.

Quem também estará na disputa é a Portuguesa. Rebaixada na Série C de 2016, o time vive péssima fase e vai brigando no momento contra o rebaixamento à Série A3 do Campeonato Paulista, a terceira divisão do futebol de São Paulo. Junto com a Lusa do Canindé, tem também a Portuguesa Carioca.

O Rio de Janeiro estará representado por um clube tradicionalíssimo: o Bangu, vice-campeão brasileiro em 1985, que disputa a competição justamente no grupo da Portuguesa paulista. Vale destacar também o Novo Hamburgo, time do Rio Grande do Sul que faz uma excelente campanha no Campeonato Gaúcho até aqui.

Veja os grupos:

Grupo A
Trem-AP
Atlético-AC
Princesa de Solimões-AM
Rondoniense-RO

Grupo B
Baré-RR
Fast Club-AM
São Raimundo-PA
Gurupi-TO

Grupo C
Genus-RO
São Francisco-PA
Rio Branco-AC
São Raimundo-RR

Grupo D
Tocantins-TO
Alto-PI
Cordino-MA
Santos-AP

Grupo E
Potiguar-RN
Maranhão-MA
River-PI
Uniclinic-CE

Grupo F
Guarani-CE
América-PE
Parnahyba-PI
Globo-RN

Grupo G
Sousa-PB
Central-PE
Coruripe-AL
Juazeirense-BA

Grupo H
Itabaiana-SE
Fluminense-BA
Serra Talhada-PE
Campinense-PB

Grupo I
América-RN
Murici-AL
Jacobina-BA
Sergipe-SE

Grupo J
Comercial-MS
Sinop-MT
Ceilândia-DF
Anápolis-GO

Grupo L
Aparecidense-GO
Luziânia-DF
Araguaia-MT
7 de Setembro-MS

Grupo M
Itumbiara-GO
Audax-SP
Portuguesa-RJ
URT-MG

Grupo N
Villa Nova-MG
Bangu-RJ
Portuguesa-SP
Desportiva-ES

Grupo O
Espírito Santo-ES
RB Brasil-SP
Caldense-MG
Boavista-RJ

Grupo P
Operário-PR
Brusque-SC
XV de Piracicaba-SP
São Paulo-RS

Grupo R
Novo Hamburgo-RS
São Bernardo -SP
Internacional-SC
J.Malucelli-PR

Grupo S
Metropolitano-SC
PSTC-PR
Ituano-SP
São José-RS