A tristeza é normal, ainda mais quando se demonstrou que, de fato, a Croácia poderia muito bem conquistar a Copa do Mundo. A seleção dominou o jogo no Estádio Luzhniki durante boa parte do tempo, mas não teve a eficiência da França e precisou aceitar o vice-campeonato. Poucas horas, porém, já foram suficientes para apaziguar a decepção e permitir que o orgulho aflorasse novamente. Chegar à final do Mundial e ser vice-campeão já é uma façanha enorme ao pequeno país. Por isso mesmo, a população não perdeu a ocasião de festejar a campanha, na recepção aos seus heróis nesta segunda.

A loucura começou desde o desembarque dos croatas no aeroporto de Zagreb. Dezenas de milhares de pessoas, a maioria com a camisa quadriculada, celebraram os jogadores e a comissão técnica. O mar de gente tomou as ruas em cortejo até uma das praças principais da capital, Zagreb. Então, 150 mil torcedores foram estimados no evento ao redor dos vice-campeões. Daquelas cenas que representam a grandeza do futebol e a importância da Copa do Mundo. Nada mais consegue ser tão incrível: