Alemanha e França possuem uma rivalidade no futebol moldada a partir dos grandes jogos. A decisão do terceiro lugar na Copa de 1958 foi o primeiro encontro oficial entre as seleções, com a histórica vitória dos Bleus por 6 a 3, incluindo aí quatro gols de Just Fontaine. A eclosão da animosidade aconteceu no duelo seguinte, o histórico Alemanha Ocidental 3×3 França, nas semifinais da Copa do Mundo de 1982. O jogo, marcado pela entrada criminosa de Harald Schumacher em Patrick Battiston, ocasionou uma série de hostilidades entre as torcidas que se apaziguou apenas quando Helmut Schmidt e François Mitterrand, o chanceler da Alemanha e o presidente da França, foram a público se manifestar. Os alemães ainda se dariam melhor nas semifinais do Mundial de 1986 e nas quartas de 2014, até o estimado troco dos franceses nas semifinais da Euro 2016. Voltam a se encarar nesta quinta, servindo de cartão de visitas à recém-criada Liga das Nações.

Os amistosos, porém, vão muito além disso. E se os atentados em novembro de 2015 são um capítulo à parte dentro do confronto, há uma história bem mais antiga, que se inicia na década de 1930. Antes de Alemanha e França se tornarem peças centrais na Segunda Guerra Mundial, aconteceram alguns encontros dentro de campo. Eram seleções figurantes no cenário europeu da época, mas com certa tradição e mediam forças em busca de um salto competitivo. Abaixo, imagens desses dois primeiros duelos. Em 1931, os Bleus ganharam por 1 a 0 no Estádio Olímpico de Colombes, graças a um gol contra. Lucien Laurent, autor do primeiro gol da história das Copas, estava em campo. Já dois anos depois, a revanche aconteceu no abarrotado Estádio Grunewald – projetado para as Olimpíadas de 1916, que não aconteceram, e demolido em 1934, para a construção do Estádio Olímpico de Berlim. Oskar Rohr e René Gérard marcaram dois gols cada, no movimentado empate por 3 a 3. Cenas de outros tempos de futebol, exibidas nos cinejornais britânicos através do British Pathé: